Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Apadrinhado por Carlos Vergara, Luiz d’Orey abre mostra no Rio

Obras têm como base cartazes recolhidos de tapumes em Nova York

Por Renata Magalhães 13 ago 2017, 11h45

Em 2015, Nova York registrou o maior número de permissões para a construção de edifícios. O dado, de caráter técnico, chamou a atenção do artista plástico Luiz d’Orey. O jovem carioca de 23 anos, apadrinhado pelo tarimbado Carlos Vergara, passou a recolher pôsteres colados nos tapumes de canteiros de obras em Manhattan e a usá-los como suporte para colagens e pinturas. O resultado integra sua primeira individual, “quase plano”, na Galeria Mercedes Viegas a partir de quinta (17). Curiosidade: D’Orey costuma devolver as obras às ruas e, depois de um tempo, recolhê-las novamente, para outras criações. Rua João Borges, 86, Gávea. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 15h às 19h. Grátis. Até 30 de setembro.

Publicidade