Clique e assine por apenas 4,90/mês

Chico & Alaíde

(Desde 2009)

Tipos de Bares: Bares variados

Veja Rio:

Endereço: Rua Dias Ferreira, 679 - Leblon - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 25120028

Site: http://www.chicoealaide.com.br

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 11:30 - 00:00

quarta-feira 11:30 - 00:00

quinta-feira 11:30 - 00:00

sexta-feira 11:30 - 00:00

sábado 11:30 - 01:00

domingo 11:30 - 22:00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (60)

Resenha por Carol Zappa

A dupla que batiza a casa fez fama no Bracarense: Francisco Chagas, o Chico, era garçom e um mestre na arte de tirar o chope; e Alaíde Carneiro, cozinheira de mão-cheia. Já se vai uma década desde que os dois partiram para empreitada própria no bairro onde se consagraram. Reza a lenda que as receitas para os petiscos mais famosos surgem na cabeça da cozinheira durante seus sonhos. Depois de anotar as dicas, ela parte para a cozinha e as transforma em maravilhas, como os bolinhos de massa leve de aipim recheada de camarão e catupiry (R$ 7,00) e o baião de dois (R$ 7,50), em adaptação da típica receita nordestina. Dica: peça que preparem o salgado na hora. Para beber, vá de chope Brahma (R$ 6,50 a tulipa; R$ 9,80 a caldeireta). De uns tempos para cá, a casa tem enxugado o cardápio para se adaptar à atual conjuntura.

    A dupla que batiza a casa fez fama no Bracarense: Francisco Chagas, o Chico, era garçom e um mestre na arte de tirar o chope; e Alaíde Carneiro, cozinheira de mão-cheia. Já se vai uma década desde que os dois partiram para empreitada própria no bairro onde se consagraram. Reza a lenda que as receitas para os petiscos mais famosos surgem na cabeça da cozinheira durante seus sonhos. Depois de anotar as dicas, ela parte para a cozinha e as transforma em maravilhas, como os bolinhos de massa leve de aipim recheada de camarão e catupiry (R$ 7,00) e o baião de dois (R$ 7,50), em adaptação da típica receita nordestina. Dica: peça que preparem o salgado na hora. Para beber, vá de chope Brahma (R$ 6,50 a tulipa; R$ 9,80 a caldeireta). De uns tempos para cá, a casa tem enxugado o cardápio para se adaptar à atual conjuntura.