Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bobinot

(Desde 2014)

Tipos de Bares: Cervejas especiais

Veja Rio:

Endereço: Rua Conde de Bonfim, 615 - loja - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 21430077

Horário:

segunda-feira 17:30 - Último cliente

terça-feira 17:30 - Último cliente

quarta-feira 17:30 - Último cliente

quinta-feira 17:30 - Último cliente

sexta-feira 12:00 - Último cliente

sábado 17:30 - Último cliente

domingo 10:30 - Último cliente

Informações adicionais: Lugares ao ar livre (47)

Resenha por Rafael Cavalieri

No vaivém da Rua Conde de Bonfim, na Tijuca, o imóvel acanhado abrigou uma padaria que, após três mudanças de nome, acabou fechando as portas. Coube a um advogado por formação, e chef de cozinha por paixão, mudar o destinodo lugar. Pedro Wolff deixou a vida no escritório para abrir, em abril do ano passado, seu tão sonhado bistrô — antes, acumulou experiência trabalhando no Tragga, casa de carnes em Botafogo. Além da boa comida, um dos trunfos do endereço sempre foi a carta de cervejas, em torno de 110 rótulos. Diante do número cada vez maior de gente em busca de petiscos para acompanhar a gelada, o proprietário incrementou as opções de entrada. Hoje o ponto é reconhecido como destino atraente para quem procura um bar no bairro.

Para beliscar, há sugestões elaboradas, a exemplo do menu degustação de tapas (R$ 80,00). Quem não estiver disposto a encarar as onze etapas do pedido poderá ficar com dicas avulsas. A excelente bruschetta de queijo artesanal e um toque de pimenta (R$ 15,00, três unidades) caiu bem ao lado da Maniba & Alenda Hopfen Weisse (R$ 39,00; 500 mililitros), clássica cerveja de trigo, mas carregada no lúpulo. Outra aposta certeira é a linguiça portuguesa caramelada com mele vinagre (R$ 30,00), de preferência provada entre golesda gaúcha CaturrIPA (R$ 30,00; 600 mililitros). 

    No vaivém da Rua Conde de Bonfim, na Tijuca, o imóvel acanhado abrigou uma padaria que, após três mudanças de nome, acabou fechando as portas. Coube a um advogado por formação, e chef de cozinha por paixão, mudar o destinodo lugar. Pedro Wolff deixou a vida no escritório para abrir, em abril do ano passado, seu tão sonhado bistrô — antes, acumulou experiência trabalhando no Tragga, casa de carnes em Botafogo. Além da boa comida, um dos trunfos do endereço sempre foi a carta de cervejas, em torno de 110 rótulos. Diante do número cada vez maior de gente em busca de petiscos para acompanhar a gelada, o proprietário incrementou as opções de entrada. Hoje o ponto é reconhecido como destino atraente para quem procura um bar no bairro.

    Para beliscar, há sugestões elaboradas, a exemplo do menu degustação de tapas (R$ 80,00). Quem não estiver disposto a encarar as onze etapas do pedido poderá ficar com dicas avulsas. A excelente bruschetta de queijo artesanal e um toque de pimenta (R$ 15,00, três unidades) caiu bem ao lado da Maniba & Alenda Hopfen Weisse (R$ 39,00; 500 mililitros), clássica cerveja de trigo, mas carregada no lúpulo. Outra aposta certeira é a linguiça portuguesa caramelada com mele vinagre (R$ 30,00), de preferência provada entre golesda gaúcha CaturrIPA (R$ 30,00; 600 mililitros).