Fluminense consegue bloqueio de R$ 200 milhões de Scarpa e Palmeiras

Neste ano, o jogador Gustavo Scarpa entrou na justiça pedindo saída antecipada do clube carioca

Contratado pelo Palmeiras por seis milhões de euros, segue o imbróglio do jogador Gustavo Scarpa com o Fluminense. Na última sexta (3), a juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio, atendeu a pedido do Flu e determinou o arresto de R$ 200 milhões de Gustavo Scarpa e do Palmeiras. Trata-se de uma antecipação de tutela solicitada pelo clube carioca, ou seja, uma segurança garantida ao time tricolor caso este venha a ganhar a causa, que ainda não tem decisão definitiva.

Neste ano, Scarpa entrou na justiça pedindo saída antecipada do Fluminense, mas, em junho, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro negou em definitivo sua liberação. Com a decisão em segunda instância, o meia seguiu vinculado ao Flu, sem poder atuar pelo Palmeiras. No entendimento da juíza Dalva Macedo, Scarpa entrou na Justiça apenas com o objetivo de obter vantagens salariais e se desvencilhar da multa rescisória de R$ 200 milhões para assinar com outro time. Naquele mesmo mês, no entanto, após um período parado, o atleta conseguiu um habeas corpus no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, para voltar a jogar. Dois dias depois, acertou contrato com o Palmeiras.

Tudo sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s