Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Exemplo de Rei: Roberto Carlos toma a terceira dose da vacina

Segundo painel da prefeitura, quase 70 000 idosos ainda não retornaram aos postos para receber a dose de reforço

Por Luiza Maia Atualizado em 4 out 2021, 17h03 - Publicado em 4 out 2021, 13h30

Aos 80 anos, o cantor Roberto Carlos deu o exemplo ao retornar ao posto de saúde para receber a terceira dose contra a Covid-19. Em um vídeo publicado nas redes sociais na última sexta (2), o rei agradeceu aos profissionais e reforçou a importância da vacinação:  “todo mundo tem que vacinar”, disse.

+ Sambas estrelados: compositores famosos vencem disputa para o Carnaval

Continua após a publicidade

No entanto, segundo os dados da Prefeitura do Rio, quase 70 000 idosos com 80 anos ou mais que já receberam a segunda dose ainda não tomaram a dose de reforço na data prevista. O cronograma da terceira dose na semana passada estipulava a aplicação para pessoas entre 83 e 78 anos.

Nesta segunda (4), a campanha segue para os idosos a partir de 77 anos. Cada dia da semana será destinado à vacinação de uma faixa etária, chegando às pessoas de 73 anos ou mais no sábado (9).

+ Rio na retomada: quatro eventos-teste acontecem nesta semana

Profissionais da saúde, pessoas com alto grau de imunossupressão de 12 anos ou mais e idosos a partir de 60 anos que tomaram a segunda dose até 31 de março também podem receber o reforço. Idosos devem aguardar um intervalo mínimo de três meses para receber a terceira dose e os imunossuprimidos devem esperar 28 dias.

Os cariocas de 12 anos ou mais que ainda estão com a primeira dose em atraso também podem comparecer aos postos. Além disso, pessoas de 40 anos ou mais vacinadas com a Pfizer estão autorizadas receber a segunda aplicação no intervalo mínimo de 21 dias.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade