Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Grávidas vacinadas no Rio com AstraZeneca podem receber 2ª dose da Pfizer

A medida autorizada pela Secretaria Municipal de Saúde segue o exemplo de outros países que já testaram a aplicação

Por Agência Brasil Atualizado em 29 jun 2021, 12h53 - Publicado em 29 jun 2021, 12h49

As grávidas imunizadas contra a Covid-19 com a primeira dose da AstraZeneca/Oxford poderão receber a segunda dose com a vacina da Pfizer, na cidade do Rio. A autorização foi feita pela Secretaria Municipal de Saúde, a partir de recomendação do comitê científico da pasta.

+ Chegou o grande dia? Veja quem pode se vacinar nesta semana no Rio

A informação foi divulgada na madrugada de terça (29) pelo secretário de Saúde, Daniel Soranz, em seu perfil no Twitter. Segundo ele, a vacinação pode ocorrer, desde que haja avaliação dos riscos e benefícios, feitos pelo médico que atende a gestante.

Soranz usou como exemplo países como Alemanha, Canadá, Dinamarca, França, Finlândia, Portugal, Suécia, Inglaterra e Itália, que recomendam ou autorizam o uso da Pfizer como segunda dose para quem se imunizou, na primeira dose, com a AstraZeneca.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A vacinação de grávidas com AstraZeneca foi suspensa por orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), devido a possíveis efeitos adversos do imunizante.

Continua após a publicidade
Publicidade