Clique e assine por apenas 4,90/mês

Festival on-line vai pagar cachê a artistas independentes

Iniciativa do Instituto Ekloos vai beneficiar mais de mil músicos, atores, humoristas e bailarinos que gravarão seus conteúdos em casa

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 16 abr 2020, 11h58 - Publicado em 16 abr 2020, 11h51

Pensando nos artistas independentes que estão sem trabalho por conta da pandemia do novo coronavírus, o Instituto Ekloos, que trabalha com aceleração social, em parceria com a mineradora  Vale, criou o Festival Up!, uma ação que vai remunerar músicos, atores, escritores, bailarinos e humoristas com um cachê de 300 reais para conteúdo em vídeo.

+ Para assinar o conteúdo digital de VEJA RIO, clique aqui.

Qualquer artista pode inscrever seu vídeo no site do Festival Up! e uma comissão julgadora vai selecionar os conteúdos aptos a participar da mostra. O Festival ficará no ar durante três meses, oferecendo os vídeos selecionados ao público em geral. Mais de mil artistas serão beneficiados.

+ Confira agenda de lives de artistas consagrados no próximo fim de semana.

“Artistas reconhecidos têm aproveitado esta época de isolamento social para oferecer performances ao vivo a seus fãs de forma gratuita pelo YouTube. Esses shows têm gerado milhões de visualizações em todo o país. O Festival UP! pretende conferir visibilidade semelhante a artistas que não têm esse apelo e nem condições financeiras de sobreviver tranquilamente à crise”, explica Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos.

+ Orquestra Petrobras Sinfônica lança vídeo com ‘colagem’ dos músicos.

Serão cinco áreas contempladas no festival: música, teatro, dança, literatura e humor. Para consultar o edital e se inscrever, é só acessar o site do Festival Up!

+ Escape 60 lança jogo gratuito on-line.

Continua após a publicidade
Publicidade