Clique e assine por apenas 3,90/mês

Orquestra Petrobras Sinfônica lança vídeo com ‘colagem’ de músicos

Em força-tarefa que durou duas semanas entre gravação e edição, artistas se uniram sem sair de casa. Confira o resultado

Por Marcela Capobianco - Atualizado em 3 abr 2020, 17h02 - Publicado em 3 abr 2020, 17h01

Os músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica, com participação do maestro Isaac Karabtchevsky, se uniram, cada um na sua casa, para gravar um vídeo tocando uma obra inédita. Há temas das obras “Va, Pensiero” da ópera Nabucco, de Giuseppe Verdi, “Ode à Alegria” do quarto movimento da 9ª Sinfonia de Beethoven e do brasileiríssimo “Tico Tico no Fubá”, canção imortalizada na voz de Carmem Miranda, escolhidas para o pot-pourri.

+ Para receber a VEJA Rio em casa, é só clicar aqui

A força-tarefa para gravação e edição do vídeo durou duas semanas. O arranjador Vittor Santos assina o mosaico sonoro. Ele também é responsável pela mixagem e masterização dos vídeos que foram enviados pelos músicos.

Confira a colagem musical inusitada:

Continua após a publicidade

 

+ Museu de Arte do Rio disponibiliza acervo on-line

As três obras foram pensadas por sua universalidade: “Va, Pensiero”, da Ópera Nabucco, de Giuseppe Verdi, é uma das composições mais marcantes do repertório operístico mundial, e traz consigo a paixão do povo italiano pelas suas raízes e sua cultura. Foi uma forma da Opes expressar solidariedade à Itália, um dos países que mais sofreu até agora com a pandemia do novo coronavírus. Da nona Sinfonia de Beethoven, de seu quarto movimento, usou-se o conhecido tema “Ode a alegria”, como um hino de esperança, além da mensagem de fraternidade e união entre todos os povos, ingredientes fundamentais para se enfrentar esse difícil momento.

+ Empresários do setor da cultura apontam soluções para a crise

E para finalizar, o centenário “Tico Tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, choro que se tornou uma das obras que melhor representa a nossa música, além de trazer alegria e brasilidade para esse pot-pourri. Todas as músicas respeitaram as melodias e harmonias originais e ganharam uma roupagem e um colorido novos no arranjo de Vittor Santos, criados especialmente para esta ocasião.

Continua após a publicidade
Publicidade