Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Covid: variante Delta é identificada em quase metade das amostras no Rio

Balanço da Secretaria estadual de Saúde indica uma tendência no aumento dos casos da cepa no estado, que pode vir a se tornar a predominante

Por Luiza Maia 4 ago 2021, 12h25

A variante Delta foi identificada em 45% das amostras coletadas de pacientes no Rio, segundo estudo divulgado na terça (3) pela Secretaria estadual de Saúde (SES). Até o momento, 62 casos da variante foram confirmados no município.

+ Covid: Com 115 000 doses de vacinas, Rio garante calendário até sexta (6)

Das amostras de todo o estado analisadas, a cepa corresponde a 26%. A P.1, conhecida como variante Gama, ainda é apontada como predominante, com 66,58% de incidência. No balanço anterior, divulgado no dia 20 de julho, o índice registrado foi de 16,6% da B1.617.2 (Delta) e 78,3% da Gama.

+Chegou a sua vez? Confira quem se vacina nesta semana no Rio

Quatro mortes de pacientes com a Delta foram confirmadas no dia 22 de julho nos municípios de Duque de Caxias e São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Na cidade do Rio, apenas um caso grave foi monitorado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Conhecida também como a variante indiana, a Delta é considerada mais transmissível e já está presente em mais de 100 países. Em nota, a SES afirma que a cepa está em circulação no estado “com tendência de aumento e conversão para se tornar a mais frequente”. Dos 92 municípios do estado, 38 já registraram casos.

 

Continua após a publicidade

Publicidade