Nos salões de beleza, o corte blunt bob conquista anônimas e famosas

Após o reinado do long bob, o cetro passa para sua versão mais curta e reta

Hora de mudar: Paula Rodrigues cortou o cabelo com Tiago Parente

Hora de mudar: Paula Rodrigues cortou o cabelo com Tiago Parente (Felipe Fittipaldi/Veja Rio)

Basta folhear uma revista de moda ou entrar nas redes sociais para perceber: o cabelo da mulherada diminuiu novamente. O corte do momento atende pelo nome de blunt bob, uma adaptação do famoso long bob, que vinha liderando havia tempos a preferência feminina. Adotada por atrizes como Giovanna Antonelli, Bruna Marquezine e Cleo Pires, assim como pelas it girls internacionais Kim Kardashian e Olivia Palermo, todas com milhões de seguidores no Instagram, a novidade exibe ainda pontas retas e uma aparência mais brusca que já tomaram conta dos salões cariocas. No TP Beauty Lounge, no Leblon, comandado pela estrela das tesouras Tiago Parente, o corte é um dos mais pedidos. Só para se ter uma ideia, no sábado (23), das vinte clientes atendidas, metade delas escolheu o blunt bob. “Ele é fashion, versátil e prático. Fica bem em todas as faixas etárias, das menininhas às mais senhoras”, afirma o cabeleireiro, responsável pelas madeixas da namorada do craque Neymar e de Marina Ruy Barbosa, entre outras famosas.

O estilo já foi adotado pela atriz Giovanna Antonelli

O estilo já foi adotado pela atriz Giovanna Antonelli (João Cotta/Rede Globo/Divulgação)

Além da maciça divulgação promovida por celebridades e influenciadoras, o que ajuda a explicar tamanha adesão é o resultado satisfatório obtido em uma grande variedade de tipos de fio, dos lisos aos ondulados. Os mais finos e ralos podem ganhar corpo e densidade após as tesouradas, enquanto os volumosos acabam controlados com uma finalização em navalha. “Só não o indico muito para os cacheados, porque, caso não seja bem executado, o cabelo pode ficar armado e sem movimento”, observa Parente, que recomenda cuidados com a manutenção a cada dois ou três meses. “Também é preciso ficar atento à forma de crescimento dos fios, para que o cabelo não fique feio depois. Apesar da aparente simplicidade, esse corte é considerado a alfaiataria do segmento”, compara. O perfil democrático contempla ainda diversos formatos de face. “Pelo fato de ter o rosto redondo, achei que não ficaria bem em mim. Mas, mesmo receosa, resolvi apostar. Para minha surpresa, achei o corte chique e elegante”, destaca a relações-­públicas Paula Rodrigues, de 24 anos. “Sem contar que ele disfarçou minhas feições infantis e me deixou com mais cara de mulher”, diz a cliente, feliz da vida com seu blunt bob.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s