Continua após publicidade

Buenos Aires logo ali

O cardápio do Tragga, recém-inaugurado no Humaitá, oferece suculentas carnes argentinas

Por Fabio Codeço
Atualizado em 5 dez 2016, 15h17 - Publicado em 30 nov 2012, 18h28

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪

Primeiro foram as carnes. Bife de chorizo, ancho e outras partes do boi com nomes em espanhol tomaram de assalto os cardápios cariocas. De qualidade excepcional, cortes argentinos e uruguaios agora começam a inspirar a abertura de casas inteiramente dedicadas à culinária de nossos vizinhos. Depois do Gonzalo, inaugurado no Leblon há três meses, o Tragga, no Humaitá, abriu as portas no último dia 21. Moderno e elegante, o projeto do arquiteto Helio Pellegrino tem paredes de aço envelhecido, móveis de madeira, janelões e uma adega para 600 garrafas. Juan Funes, filho de pai argentino, comanda a cozinha no 2º piso.

Na empanada salteña (R$ 7,00), uma das entradas pedidas, a pimenta anunciada como ingrediente do recheio, ao lado de carne, batata e pimentão, não deu sinal de sua presença. Típico embutido à base de sangue, pão e condimentos, a morcilla (R$ 19,00) também se mostrou comedida nos temperos. A sequência, contudo, foi animadora. Capa do ancho (parte do contrafilé) com gordura entremeada, o bife tragga (R$ 44,00) chegou rosado, suculento e desmanchando-se de tão macio. De preparo certeiro, o vacio (R$ 45,00), ou fraldinha, também ajudou a redimir os deslizes preliminares. Para acompanhamento, a farofa especiale (R$ 11,00), de farinha panko, cebola, castanha-de-caju e ají (pimenta), e as papas provenzal (R$ 13,00), palitos de batata fritos com a casca, cobertos de alho e salsinha, foram escolha acertada. Elaborada por Alexandre Lalas, a enxuta carta de vinhos traz ótima seleção de tintos argentinos e joga luz sobre regiões menos famosas que Mendoza. O Saurus Pinot Noir 2007 (R$ 78,00), por exemplo, vem da Patagônia, boa área para o cultivo da delicada casta francesa.

Tragga. Rua Capitão Salomão, 74, Humaitá, ☎ 3507-2235 (120 lugares). 12h/16h e 19h/0h (sex. e sáb. sem intervalo até 1h; dom. 13h/19h). Cc: D, M e V. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). Couvert: R$ 8,00 (individual). ? ⑤ ⑥ (R$ 70,00) → ? ↔ Aberto em 2012. $$

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.