Clique e assine por apenas 4,90/mês

Degustação de mexilhões e fritas no Belga Brasserie neste sábado (4)

A oitava edição do evento mensal oferece receitas tradicionais com sugestões de harmonização com chopes e cervejas especiais

Por Redação VEJA RIO - 3 ago 2018, 18h00

Receita tradicional com mais de 400 anos de existência, a moules et frites (mexilhão com batatas fritas) é tema de um festival mensal no Belga Brasserie, restaurante localizado no térreo do Belg Hotel, no Centro. Em 4 de agosto, o chef Alexandre Binard oferece receitas de forma clássica, com frutos do mar e batatas servidos em recipientes separados, escoltados por pães e molhos. Com capacidade para 30 pessoas, a casa recebe até cinco comensais ao longo da degustação, que conta com pratos como o moules à l’ail (no vapor com molho cremoso de alho, R$ 67,00) e o moules nature (com legumes, R$ 63,00). Para harmonizar, há ao menos quinze rótulos de cervejas e chopes especiais, a exemplo da Brugse Zot Dubbel (R$ 39,00) e da Trappist Chimay Gold (R$37,00), raridade trapista e que harmoniza perfeitamente com queijos, frutos do mar e crustáceos.

Publicidade