Clique e assine por apenas 4,90/mês

COMER & BEBER 2017/2018: sucos – Comidinhas

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Por Santander - Atualizado em 29 set 2017, 22h04 - Publicado em 28 jul 2017, 18h59

A edição especial VEJA COMER & BEBER Rio reúne 140 endereços de comidinhas. Abaixo, a seleção dos melhores lugares para tomar sucos.

BB Lanches
BB Lanches: ex-campeão do COMER & BEBER Veja Rio

BB Lanches: Campeã nas edições do COMER & BEBER em 2003, 2008, 2010 e 2012, a tradicional casa do Leblon é prestigiada por clientela fiel. Talvez por isso mesmo não mexa em nada, do cardápio aos preços. No copo de 330 mililitros, as bebidas variam de valor conforme a combinação de frutas frescas (entregues diariamente) com água, leite, água de coco e clorofila, entre outras opções. O suco simples, com apenas uma fruta, custa R$ 8,00 — laranja, mamão e abacaxi são os mais procurados. Nas misturas, o preço do copo sobe para R$ 11,00, em versões clássicas, como abacaxi com hortelã, e inusitadas, a exemplo da reunião de tangerina e fruta-do-­conde. Por R$ 12,00 saem os sucos verde (união de melão, abacaxi, limão, maçã verde, gengibre, couve, hortelã e salsa) ou rosa (água de coco, blueberry, framboesa, beterraba, hortelã e laranja). Complete o lanche pedindo o popular egg cheese burger (R$ 14,00 o simples; R$ 24,00, com batatas fritas) ou, se a ideia for comer algo mais leve, o sanduíche de blanquet de peru com queijo de minas (R$ 14,00).

Na forma de suco e de creme: dica da rede Bibi Sucos com pitaia Ph Studio/Divulgação

Bibi Sucos: Quatro vezes campeã na categoria em edições do especial COMER & BEBER, a casa continua se reinventando. Exemplo: foi uma das primeiras a oferecer o creme de pitaya, popularizado entre a turma natureba. A fruta batida é servida na tigela pequena a R$ 26,50. Os sucos seguem a receita simples e certeira: fruta fresca, um pouco de água e açúcar batidos no bom e velho liquidificador. Há combinações como o cítrico (limões siciliano e taiti mais laranja; R$ 8,10) e melancia com gengibre (R$ 9,60). O mate caseiro custa R$ 4,90 — os preços citados referem-se ao copo menor, de 300 mililitros. Uma mexida mais recente no menu incluiu itens como os hambúrgueres feitos com gado angus. O coral (R$ 37,90) traz 200 gramas de carne, queijo de coalho, geleia de pimenta e cebola-roxa. Saladas, tapiocas, itens para o café da manhã e até pratos para um almoço consistente são outras opções.

+ Confira os melhores endereços para tomar café

Continua após a publicidade

Polis Sucos: Com quase seis décadas, a rede pioneira oferece dezoito variedades, além de oito bebidas com ao menos três ingredientes. Quase todas levam frutas frescas: as exceções são as polpas de coco e de graviola. Cada pedida, a exemplo de goiaba, melão, kiwi e morango, sai a R$ 7,50 (500 mililitros). Famoso por lá, o suco de fruta-do-conde costuma aparecer no verão. No capítulo de misturas consagradas, o espetacular (R$ 11,50) reúne uva, abacaxi e água de coco. Combinações de açaí com guaraná (R$ 11,00 o copo pequeno; R$ 17,00 o grande) também fazem sucesso. Para acompanhar, escolha entre tapiocas doces ou salgadas, como a napolitana (R$ 16,50), e os sanduíches — o recheio de filé-mignon com queijo palmira (R$ 28,00) vale por uma refeição. Os preços são válidos para a unidade do Shopping Downtown. Curiosidade: a casa tem uma unidade dentro dos Estúdios Globo.

Publicidade