Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cervejarias fluminenses investem nas embalagens de lata

Sucesso na Europa e nos Estados Unidos, as versões nacionais ganham espaço nas prateleiras e geladeiras unindo rótulos criativos e cervejas de alta qualidade

Por Carolina Barbosa Atualizado em 5 dez 2016, 10h55 - Publicado em 19 nov 2016, 00h00

Até bem pouco tempo atrás, cerveja em lata era sinônimo de rótulos baratos e produzidos em larga escala. Nos últimos meses, no entanto, esse panorama vem mudando graças ao investimento dos microprodutores artesanais nos recipientes de alumínio. Impulsionados pelo sucesso de vendas mundo afora, os cervejeiros fluminenses repetem por aqui a fórmula que alia o marketing focado nas latinhas coloridas aos benefícios do método de armazenamento, capaz de conservar o frescor e outras características sensoriais do líquido. Diferentemente da garrafa, seu poder de evitar a foto-oxidação, causada pela incidência dos raios ultravioleta, é muito maior. “As latas ainda chamam bastante a atenção do consumidor e vendem até mais que as garrafas, sobretudo nos eventos, quando é comum acabar meu estoque”, explica Tomás Gaspar, sócio da Gaspar Family Brew, que já pôs no mercado carioca 4 000 litros nesse novo formato.

+ Cervejeiros aderem à moda dos growlers

As novidades em lata que chegam às prateleiras das lojas e bares especializados, como Beer Underground, Salutem, Bento e Yeasteria — Ponto Cervejeiro, são estrategicamente escolhidas: em geral são cervejas de qualidade, com altas doses de lúpulo, caso da bem cotada Hocus Pocus Overdrive. O preço nem de longe se assemelha às versões dos supermercados: a embalagem de 473 mililitros custa cerca de 40 reais. “Ela é nossa campeã de vendas, não chega a durar nem dois dias no estoque”, conta Bianca Fraga, sommelière do Cerveja Social Clube, na Tijuca. Não por acaso, as cervejarias estão apostando na novidade. Espécie de Fashion Week do setor, o Mondial de La Bière revelou, em outubro, novos rótulos enlatados, a exemplo da estreante Forévis (Session IPA), da Brassaria Ampolis. Outras estão a caminho, como a 7Vidas, produzida pela W*Kattz, que no início de 2017 lançará mais três rótulos na embalagem de alumínio. Pelo visto, ainda vai ter muita gente esvaziando a(s) lata(s). 

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês