Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Deu no Comer & Beber: Café 18 do Forte serve o melhor café da manhã do Rio

Comidinhas deliciosas e um visual de tirar o fôlego fazem a fama do imperdível desjejum em Copacabana

Por Carolina Barbosa Atualizado em 25 out 2021, 12h03 - Publicado em 22 out 2021, 06h00
Os quitutes matinais: para acompanhar a paisagem -
Os quitutes matinais: para acompanhar a paisagem – Tomas Rangel/Veja Rio

A vista espetacular para um dos cartões-postais mais famosos do planeta combinada a um cardápio recheado de delícias justifica a fila de espera que se forma nos fins de semana, quando as mesas espalhadas pelo Forte de Copacabana são tomadas por um irreparável café da manhã entre 10h e 13h. O repasto campeão (R$ 110,00 para dois) inclui seleção de pães quentinhos (atenção ao pão de queijo Canastra) acompanhados de ricota fresca e outros frios, ovos caipiras e crumble de bacon, iogurte com granola, bolo do dia (o de cenoura com calda de chocolate arranca suspiros), bolinhos de chuva com doce de leite e geleia artesanal, além de bebidas quentes. Quem perder o turno matutino pode degustar o banquete à tarde, das 16h às 19h.

O belíssimo local, liderado por Eduardo Araújo, sócio de empreitadas como Quartinho Bar e Pope, serve ainda fornidas pedidas à la carte. Apostando em fornecedores locais, especialmente pequenos produtores do estado, o menu traz waffles, panquecas, sanduíches e pratos, junto à farta seleção etílica. Pela manhã, o bellini do forte (R$ 32,00) não tem erro. Ou seria melhor a mimosa da casa (R$ 28,00)? Opção é o que não falta para o dia nascer feliz neste canto da cidade. Forte de Copacabana,2523-0171 (126 lugares). 10h/20h (fecha seg.). Entrada no forte: R$ 6,00. http://www.instagram.com/cafe18doforte. Aberto em 2010.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade