Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Claude Troisgros abre seu primeiro boteco – e ele é uma marravilha

Com apenas 24 lugares, o bar tem cerveja gelada, ótimos drinques e catorze opções de beliscos, alguns deles releituras de acepipes tradicionais

Por Carolina Barbosa Atualizado em 17 nov 2021, 18h58 - Publicado em 19 nov 2021, 08h00

A nova investida de Claude Troisgros aportou no início de outubro no Leblon. Trata-se do Bar do Claude, um disputado ambiente informal e arejado que atende apenas 24 convivas por vez.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Domínio da chef Jessica Trindade, o cardápio lista catorze beliscos, alguns deles releituras de petiscos tradicionais.

É o caso da crocante porção de bolinho de bacalhau empanado no corn flakes (R$ 44,00, seis unidades), um espetáculo, e da versão de carne assada com barbecue de goiabada (R$ 42,00, meia dúzia).

O torresmo do Batistão (R$ 26,00), homenagem ao seu fiel escudeiro, divide as atenções com o potinho de foie gras de galinha (R$ 38,00), que chega com sourdough quentinho (R$ 38,00).

Na seara etílica, o balcão comandado pelo bartender Roberto Santos expede criações como o cítrico e refrescante que marravilha, de cachaça, limão-­siciliano, hortelã, gengibre, zest de laranja e tônica, e o chez claude, com saquê, suco de limão, espuma de lichia com wassabi e angostura (R$ 34,00 cada um).

Vale o aviso: chegue cedo porque o local não aceita reservas.

Rua Conde de Bernadotte, 26, Leblon,3579-1185 (24 lugares). 18h30/0h (sex. e sáb. até 0h30; fecha dom.).

Continua após a publicidade

Publicidade