Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Vinoteca Por Marcelo Copello, jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello dá dicas sobre vinhos

Champagne melhor a 12ºC

Por Marcelo Copello Os aficionados e detalhistas (e também os enochatos) vão adorar esta. Qual a temperatura ideal para se degustar um champagne? Ou melhor, um Dom Pérignon Oenothèque 1996 (R$ 2.100 a garrafa)? Em uma degustação realizada no restaurante Les Crayères em Reims-França, o  Chef de Cave da Dom Pérignon, Richard Geoffroy, avaliou o efeito da […]

Por marcelo Atualizado em 25 fev 2017, 19h15 - Publicado em 16 jan 2013, 15h26

Por Marcelo Copello

Os aficionados e detalhistas (e também os enochatos) vão adorar esta.

Qual a temperatura ideal para se degustar um champagne? Ou melhor, um Dom Pérignon Oenothèque 1996 (R$ 2.100 a garrafa)?

Em uma degustação realizada no restaurante Les Crayères em Reims-França, o  Chef de Cave da Dom Pérignon, Richard Geoffroy, avaliou o efeito da temperatura sobre o Champagne e chegou a uma conclusão precisa. O ideal é 12ºC, nem um grau a mais nem a menos.

O experimento nomeado “IV-VIII-XVI”  analisou  as mudanças nas características do champagne Dom Pérignon Oenothèque 1996 conforme a temperatura mudava de grau em grau. Os numerais romanos do nome, se referem ao número de taças usadas para cada um, 4, o número de estágios de temperatura diferentes, 8, e à temperatura final do vinho, 16 graus.

Continua após a publicidade

Na sala de degustação, com temperatura fixa de 20 graus, foram servidas a cada degustador quatro taças do Oenothèque 96 colocadas em uma caixa especialmente projetada para retardar o aumento de temperatura do vinho. As provas foram então realizadas de 15 em 15 minutos, com a temperatura  subindo grau a grau, de 8ºC até 16ºC, revelando oito diferentes perfis do espumante.

Diferenças perceptíveis foram encontradas em cada estágio, passando do mineral em 8ºC para mel em 9ºC, pungente a 10ºC, amanteigado em 11ºC, terroso em 12ºC, trufado aos 13ºC, defumado aos 14ºC e com sabor de nozes aos 15ºC e 16ºC.

Geoffroy chegou a conclusão de que a temperatura ideal de serviço do Dom Pérignon Oenothèque 1996 é 12 graus. “A verdade está nessa temperatura”, declarou.

Ao abrir sua próxima garrafa de Champagne não esqueça de um bom termômetro!

Marcelo Copello (mcopello@bacomultimidia.com.br)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês