Imagem Blog

Teatro de Revista

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Espetáculos, personagens, bastidores e tudo mais sobre o que acontece na cena teatral carioca, pelo olhar do crítico da Veja Rio
Continua após publicidade

Um breve comentário sobre as indicações ao Prêmio Shell

Divulgada no início da semana, a primeira lista de  indicados cariocas ao Prêmio Shell causou alguma surpresa — e não foi pelos incluídos no rol. Para o bem ou para o mal, o que chamou mesmo a atenção foi a concentração de indicações em basicamente três espetáculos: Samba Futebol Clube, musical de Gustavo Gasparani, com seis, E […]

Por rafaelteixeira
Atualizado em 25 fev 2017, 18h37 - Publicado em 11 jul 2014, 17h42

Divulgada no início da semana, a primeira lista de  indicados cariocas ao Prêmio Shell causou alguma surpresa — e não foi pelos incluídos no rol. Para o bem ou para o mal, o que chamou mesmo a atenção foi a concentração de indicações em basicamente três espetáculos: Samba Futebol Clube, musical de Gustavo Gasparani, com seis, E se Elas Fossem para Moscou?, recriação do clássico As Três Irmãs, de Tchekhov, por Christiane Jatahy, e Irmãos de Sangue, mais recente investida da Companhia Dos à Deux, ambos com cinco.

Não é o caso de fazer qualquer objeção às montagens, muito pelo contrário. À exceção de Sacco e Vanzetti, indicado na categoria Música, sobre a qual não posso falar por não ter assistido, todas são absolutamente merecedoras. Mas houve quem estranhasse o fato de, excluídas as peças supracitadas, apenas três outras tenham merecido alguma indicação do júri, formado por formado por Ana Achcar, Bia Junqueira, João Madeira, Macksen Luiz e Moacir Chaves.

De minha parte, uma das ausências mais sentidas está, ironicamente, relacionada a uma das peças mais indicadas: Isabel Teixeira, sublime no papel da irmã mais velha de E se Elas Fossem para Moscou?, não entrou na lista das atrizes — na qual constam, curiosamente, Julia Bernat e Stella Rabello, que dividiram a cena com ela no mesmo espetáculo.

Continua após a publicidade

De todo modo, ficou claro na lista uma valorosa opção por privilegiar experiências de renovação de linguagem: o investimento em uma dramaturgia musical brasileira por Gasparani, a busca pelo entrelaçamento de teatro e cinema por Jatahy, a pesquisa em torno do teatro gestual pela Dos à Deux. Não à toa, na categoria Inovação foram indicados Jatahy, “pela construção de uma dramaturgia singular através da integração de teatro e cinema no espetáculo E se Elas Fossem para Moscou?“, segundo o júri, e o elenco de Samba Futebol Clube, “que tornou possível a renovação da estrutura do musical através de sua capacidade de atuar com excelência nas diversas funções do gênero”.

Aplausos, portanto!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.