Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Rita Fernandes Por Rita Fernandes, jornalista Um olhar sobre a cultura e o carnaval carioca

Lá vem a Primavera da Fundição Progresso

Projeto Fundição Multicultural é readaptado para o mundo virtual e vai oferecer inúmeras atividades gratuitas até dezembro para diferentes tribos

Por Rita Fernandes 22 set 2020, 10h12

Hoje entramos oficialmente na primavera e, quem conhece a Fundição Progresso, sabe que a data não poderia passar em branco. Especialmente em um ano tão difícil de pandemia como esse de 2020, em que precisamos mais do que nunca de gestos de afetos.

A Fundição sempre foi um lugar muito potente na cena carioca, desde o início em 1982, quando uma turma carioca muito animada e revolucionária decidiu ir à luta contra a demolição de uma antiga fábrica de fogões desativada ali no coração da Lapa. A luta deu certo e a Fundição Progresso, ao longo dos seus 20 anos, é casa de muitos artistas de todos os naipes e um dos mais importantes centros culturais da cidade.

Agora, driblando os efeitos danosos da Covid-19, a Fundição se coloca mais uma vez à frente do tempo e apresenta o seu projeto Fundição Multicultural readaptado para o mundo online. Segundo os organizadores, Perfeito Fortuna e Vanessa Damasco, “a ideia é ampliar visões de mundo através de atividades culturais de arte-educação”.

Durante os três meses da estação, de setembro a dezembro, serão realizadas oficinas, web encontros, mostra de cinema, música e brincadeiras infantis, programação totalmente gratuita e para todas as idades. À frente de tudo está Perfeito Fortuna, comandando outros mestres de grupos residentes da Fundição, artistas e amigos da casa, como a turma da Intrépida Trupe, por exemplo.

a-cobra-na-bacia-_cursos-regulares-e-oficinas-livres-com-a-intrepida-trupe-2-_credito-rodrigo-buas.jpeg
Oficina Intrépida participa do projeto com oficinas infantis Rodrigo Buas/Divulgação

“A Fundição é uma escola que credenciou muitas pessoas para uma vasta possibilidade de trabalhos profissionais em arte e cultura. Vamos juntar algumas delas durante toda a primavera para pensarmos e debatermos o futuro que queremos, não só para a Fundição, mas também para a cidade, o país, o planeta”, resume Fortuna.

A primeira atividade é hoje, às 17h, um encontro virtual com convidados pelo canal no Youtube da Fundição. “Primavera: criando outros mundos para a regeneração do planeta” é o tema do bate-papo que vai contar com o líder indígena e escritor Ailton Krenak, a bailarina e coreógrafa Bel Stweart, a educadora ambiental Denise Amador e o ex-secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC, André Lázaro, além de Perfeito Fortuna, é claro.

Ailton Krenak participa hoje da mesa Magna e do Fundição Multicultural. Divulgação/Reprodução

E, ao longo do projeto, chegam outros convidados, como a educadora e yalorixá do Centro Cultural de Tradições Afro Brasileiras Ylê Asè Egi Omim, Wanda Araújo; a pesquisadora de plantas medicinais com experiência em comunidades indígenas, Vera Fróes; a atriz e fundadora da Armazém Companhia de Teatro, Patrícia Selonk; o artista plástico Ernesto Neto; o ator e diretor, especialista na arte do palhaço, Marcio Libar; o músico e instrumentista Pedro Amparo; a curadora artística, representante de movimentos pela diversidade e inclusão social, Michelly Mury, entre outros.

Continua após a publicidade

Programa para todas as tribos

Pensado para atender todas as tribos e faixas etárias, o Festival traz 14 oficinas para jovens e adultos, cinco atividades infantis, cinco Web Encontros, três edições do Resenha – programa de música com João Cavalcanti, duas sessões da mostra de filmes Cinefesta, além de três módulos do acervo digital da Fundição, compostos por fotografias que serão comentadas no podcast Papo Cultural.

As oficinas serão realizadas por zoom, com inscrições gratuitas e vagas limitadas. Em setembro, tem “Brincadeira de boi e cantoria para Cosme e Damião”, com o bloco Céu Na Terra. Em outubro, a programação é extensa, com “Plantio em casas e apartamentos”, “Teatro para adolescentes”, com a Armazém Cia de Teatro; “Parada de mão”, com a Intrépida Trupe; “Gestão de Resíduos”, com a Lixo Zero; “Vamos falar sobre racismo”, com Clarisse Miranda; “Contação de histórias indígenas para crianças”, com Pacari Pataxó, além de outras.

Perfeito Fortuna é o idealizador do Fundição Multicultural que esse ano ganha versão digital. Divulgação/Reprodução

Cinefesta é um evento que vinha acontecendo antes da pandemia no terraço da Fundição, em parceria com a TV Zero, e que agora ganha duas edições no Youtube.com/TvFundicao, com apresentações de filmes seguidas de bate-papos com diretores e convidados.

Resenha é o programa comandado pelo músico João Cavalcanti, que chega em nova temporada com 3 episódios gravados com convidados,  sobre processos criativos musicais.

A programação completa vai de 22 de setembro a 10 de dezembro de 2020 e pode ser acessada pelo site http://www.fundicaoprogresso.com.br e nas redes sociais @fundicaoprogresso.

O Fundição Multicultural 2020 é uma realização da Fundição Progresso e Viva Brasil com patrocínio da Icatu Seguros e apoio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura.

Rita Fernandes é jornalista, escritora, presidente da Sebastiana, idealizadora do Festival Casabloco e pesquisadora de carnaval e cultura.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)