Imagem Blog

Manu Müller

Por Manu Müller, designer de interiores
Novidades e tendências de decoração
Continua após publicidade

Pintura artística: traços firmes e precisos dispensam quadros nas paredes

A técnica surge como uma grande aposta na decoração, elevando a estética e a atmosfera de qualquer ambiente

Por Manu_Müller Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
5 mar 2024, 11h53

Até mesmo os adeptos do minimalismo concordarão que decorar a parede pode fazer toda a diferença no resultado final da decoração. No entanto, não pense que apenas quadros podem trazer charme e personalidade a uma parede vazia.

Um novo modo de decorar e incorporar o amor pela arte ao lar surge com as pinturas, que atualmente escaparam das molduras e passaram a adornar quartos e salas diretamente nas paredes. Essa técnica, tornou-se uma alternativa para substituir o design convencional, deixando o ambiente com um toque mais artístico e, em alguns casos, uma abordagem mais ousada e charmosa.

Alegria em cores

A gama de possibilidades proporcionada pela pintura artística é infinita, permitindo que os artistas explorem uma variedade de estilos e técnicas. Desde a elegância atemporal das pinceladas suaves até a audácia de composições geométricas, a diversidade de abordagens assegura que cada projeto seja uma expressão única.

Além da estética visual, a técnica desempenha um papel vital na criação de atmosferas. Tons suaves e desenhos delicados podem conferir uma sensação de tranquilidade a um quarto, enquanto cores vibrantes e formas ousadas podem energizar espaços sociais. A capacidade da pintura artística de influenciar o humor e a percepção é uma ferramenta valiosa na decoração. A ideia é justamente evocar emoções nas pessoas que frequentarão o espaço.

Continua após a publicidade

A boa notícia é que a versatilidade da pintura não se limita apenas às paredes. Móveis e objetos de decoração podem ser transformados em peças únicas por meio das técnicas artísticas. A integração desses elementos pintados à mão adiciona camadas de sofisticação e personalidade aos ambientes.

Pintura artística
Louça personalizada (Pinterest/Divulgação)

 

Pintura artística
Ideias para o seu abajur (Pinterest/Reprodução)

Um café com Benoit

Conheci o artista plástico Benoit Gentil no Casa Cor Rio. A proposta era tornar o hall de entrada único e expressivo. Ele foi responsável por imprimir seu estilo artístico nas paredes, proporcionando um toque mais personalizado e singular ao ambiente.

pintura artistica
Listras na parede: trabalho de Benoit para Marcia e Manu Müller no Casa Cor Rio (Andre Nazareth/Divulgação)

Manu: Benoit, comecemos olhando para trás. Como nasceu o seu interesse pela pintura artística?

Continua após a publicidade

Benoit: Sempre gostei de desenhar. Em casa, na França, não tinha televisão. Então passava o tempo desenhando. Ai fui selecionado num concurso da reconhecida e mais importante escola de Arte da Europa, chamada École Boulle, que está completando 138 anos. Me graduei com professores excelentes e fui sensibilizado para o mundo das artes. Depois, tive a oportunidade de trabalhar no Brasil como cenógrafo do Club Med e me apaixonei pelo país. Mas voltei para me especializar em decoração mural na escola superior de artes de pintura mural de decoração em Bruxelas (Escola Van der Kelen). E, voltando ao Brasil, comecei a me dedicar à decoração cenográfica e fachada de casas de festas. Até que fui migrando para decoração de interiores, aplicando varias técnicas que trouxe da Europa e também criando minhas próprias texturas, exclusivas e artesanais.

Manu: Durante sua trajetória, você explorou e transitou por numerosos caminhos. O que lhe move a inovar e buscar novas formas de expressão?

Benoit: Quando cheguei ao Brasil, minha formação estava muito orientada no clássico, que funciona até hoje na França. Então, para me adaptar e trabalhar no Brasil, desenvolvi algumas técnicas e texturas bem modernas e contemporâneas, criei o concreto, o aço corten, o tijolinho de demolição, a madeira de demolição, o alto-relevo e pintura temática para atingir o público e o gosto do design brasileiro. Meu trabalho segue até hoje sendo artesanal e único, tudo é feito artisticamente e manualmente com exclusividade.

Manu: Quais indicações você daria para um artista que está começando?

Continua após a publicidade

Benoit: O artista tem uma expressão própria, mas tem que pensar no cliente para realizar um trabalho. Então precisa seguir o lado comercial e preferencial, e se adaptar à demanda. Mas eu tenho minha pintura autoral também, em que não dependo de ninguém e posso elaborar minha expressão artística pessoal. É preciso ter compromisso, seriedade e entusiasmo a cada trabalho novo. Cada arquiteto, decorador e cliente é diferente e não existe uma receita pronta para ser usada. É importante criar e se moldar à cada encomenda. O mundo das artes está sempre em movimento! É preciso sempre estar se desafiando!

Nas fotos a seguir, você pode conferir ambientes nos quais o trabalho de Benoit fez toda a diferença!

Pintura artística
Hora da leitura (Benoit Gentil/Divulgação)

 

Pintura artística
Para os amantes de um bom vinho (Benoit Gentil/Divulgação)

 

Pintura artística
Veneza em casa (Benoit Gentil/Divulgação)

 

Pintura artística
Boteco Amaral (Benoit Gentil/Divulgação)

 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.