Imagem Blog

Gilberto Ururahy

Por Gilberto Ururahy, médico
Especialista em medicina preventiva
Continua após publicidade

Saúde e prevenção às doenças urológicas

Doenças urológicas estão entre as que melhor respondem a tratamentos, mas enfrentam o preconceito e a negligência dos pacientes

Por Gilberto Ururahy Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 12 nov 2020, 12h19 - Publicado em 11 nov 2020, 18h51

A MedRio Check Up comemora seus 30 anos de funcionamento neste 2020. Para marcar efeméride tão importante, criamos uma agenda de “Encontros Científicos com a Prevenção”, que acontecerão uma vez por mês, abordando diferentes especialidades médicas. Este mês, convidei o renomado colega Fernando Vaz para falar sobre a prevenção em doenças urológicas. – Gilberto Ururahy

 

Saúde e prevenção às doenças urológicas

Por Fernando Vaz

Continua após a publicidade

Toda equipe médica deve ser entendida como uma orquestra. Para que solistas e instrumentos atuem a contento, é fundamental a figura de um maestro. É ele quem monitora e faz com que todos exerçam sua função com perfeição. Quando residi nos EUA, na década de 70, a montadora Ford arcava com os custos para os funcionários fazerem check up completo em outra cidade. Trata-se de uma cultura que entende saúde como investimento e não como despesa, uma forma de a empresa assegurar-se que a “orquestra” de seus funcionários estava plenamente saudável.

A equipe da MedRio Check Up exerce esse papel de maestro, de olhar atentamente para a saúde como um todo e apontar eventuais falhas. Realizar todos os exames em uma única clínica permite uma radiografia completa da saúde do indivíduo e possibilita ver como estão todos os instrumentos da “orquestra” do paciente.

Neste contexto, a boa saúde do sistema urinário é essencial porque ela pode vir a ser fonte de doenças. A boa notícia é que a urologia é uma das especialidades que melhor dispõem de instrumentos para realizar tratamentos com total eficiência. No entanto, como muitas doenças urológicas são perversamente silenciosas, precisam ser descobertas a tempo.

Continua após a publicidade

Um bom exemplo é a próstata. O percentual que requer cirurgia é pequeno, se ela for acompanhada e tratada por um especialista. O mesmo se dá com o tumor de testículo, um dos que mais atingem os jovens, cujo tratamento precoce oferece quase 100% de chance de cura. Vejamos o caso dos rins, por exemplo. O tumor renal pode ser identificado por uma simples ultrassonografia. Se for descoberto cedo, tem grandes chances de um tratamento eficaz, sem perda da sua função. A desinformação e o preconceito do paciente ainda são seus maiores inimigos.

Infelizmente, diversos mitos e preconceitos ainda rondam os tratamentos urológicos e retardam que o paciente busque ajuda médica. Um dos equívocos mais persistentes é a crença de que o exame retal causa dor. Há até quem veja algum tipo de demérito em ir ao urologista. Tolices que arraigadas à nossa cultura que apenas atrapalham a boa saúde da população.

O fato é que os exames preventivos, lamentavelmente, ainda são extremamente negligenciados no Brasil. Check ups não fazem parte da rotina de grande parte do povo brasileiro, de modo geral. É nesse sentido que o trabalho da MedRio Check Up é crucial e louvável.

Continua após a publicidade

Fernando Vaz é titular da Academia Nacional de Medicina e um dos fundadores da Academia de Medicina do Rio de Janeiro. Agraciado com o Physiscians Award, pela American Medical Association, Vaz também é membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da American Urological Association e do American College of Surgeons.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.