Imagem Blog

Gilberto Ururahy

Por Gilberto Ururahy, médico Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Especialista em medicina preventiva
Continua após publicidade

Nova pesquisa: exercício físico afasta a vontade de alimentos gordurosos

Pesquisa americana conclui que praticar atividade física aumenta o controle sobre o instinto de consumir alimentos não-saudáveis

Por Gilberto Ururahy
11 Maio 2022, 16h58

Em nossos exames preventivos realizados na MedRio Check-up, reiteramos com nossos clientes a importância dos exercícios físicos como uma das melhores ferramentas para se prevenir doenças e garantir a longevidade com autonomia. Eles são importantes, por exemplo, para se evitar doenças cardíacas, diabetes e melhorar a qualidade do sono. Agora, pesquisa da Universidade de Washington constatou mais uma vantagem importante: a prática regular de atividades físicas diminui o desejo por alimentos gordurosos.

Segundo a revista cietífica Obesity, a intenção dos pesquisadores era testar a hipótese de que os exercícios poderiam atuar no período conhecido como “incubação do desejo”, ou seja, fase em que ignorar certos tipos de alimentos por tempos prolongados aumenta a vontade de consumi-los. 

O que os cientistas concluíram é que, além da manutenção ou perda do peso, o exercício ajuda a aumentar o controle sobre o instinto de consumir alimentos que não sejam saudáveis, como fast food. Ainda de acordo com os pesquisadores, este tipo de alimento pode causar um efeito viciante no cérebro, o que pode ser agravado em uma dieta com restrição de comidas gordurosas.

A relação intrínseca entre prática de atividades físicas e qualidade da alimentação aparece também em outras pesquisas. Segundo dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas (Vigitel) do Ministério da Saúde, 16% dos entrevistados assumem-se sedentários e 48% dos brasileiros declaram não fazer exercícios físicos suficiente, ou seja, quase metade da população adulta do país. As estatísticas referentes aos nossos pacientes confirmam a falta da prática de exercícios físicos: 65% deles assumem que são sedentários. Isto implica diretamente em outros percentuais preocupantes: 63% tem sobrepeso e 20% são obesos.

Continua após a publicidade

“Estamos sempre procurando a pílula mágica da saúde e a verdade é que o exercício físco está bem na nossa frente, com todos os seus benefícios”, resumiu Travis Brown, um dos autores do estudo americano. Sempre insistimos neste ponto com nossos clientes: a melhor vacina para qualquer doença é a prevenção, acessível a todos, por meio de um estilo de vida saudável, ou seja, boa alimentação, consumo moderado de álcool e sono reparador além, claro, da prática de exercícios físicos.

Gilberto Ururahy é médico há mais de 40 anos, com longa atuação em Medicina Preventiva. Em 1990, criou a Med Rio Check-up, líder brasileira em check-up médico. É detentor da Medalha da Academia Nacional de Medicina da França e autor de três livros: “Como se tornar um bom estressado” (Editora Salamandra), “O cérebro emocional” (Editora Rocco) e “Emoções e saúde” (Editora Rocco).

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.