Imagem Blog

Daniela Alvarenga

Por Daniela Alvarenga, médica, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Continua após publicidade

Treinos online: Exercite-se!

O sucesso das aulas das novas plataformas de exercício online 

Por Daniela Alvarenga
Atualizado em 19 ago 2020, 18h23 - Publicado em 19 ago 2020, 18h07

Todo ano é assim. Setembro vai se aproximando e os cariocas começam a cuidar mais do corpo, se preparando para a temporada de verão. Quem trabalha com beleza, exercícios e bem estar já sabe que a procura aumenta no último trimestre. Mas este ano, por conta da pandemia, será um pouco diferente. A quarentena fez com que as pessoas experimentassem novas formas de se cuidar e um novo olhar sobre a importância da disciplina. 

Os treinamentos físicos online talvez sejam a principal mudança. Muitas pessoas começaram a se exercitar em casa com a orientação virtual  de personal trainers e professores. E como a quarentena se estendeu, foi possível observar os resultados desta nova forma de consumir serviços de bem estar. Para alguns, funcionou muito bem. Para outros, a academia e o ambiente social fizeram falta. O fato é que houve a mudança e ela veio para somar.

Em março, no dia seguinte do fechamento das academias por conta do isolamento social, Cesar Parcias, empresário e professor de ginástica há 37 anos, começou a dar aulas gratuitas em lives no Instagram. Ele não tinha nem tripé de celular, mas improvisou e logo dominou as ferramentas. O que era apenas a ideia de entregar para suas alunas de academia uma continuidade do treinamento, já que não se sabia quanto tempo duraria a quarentena, acabou se transformando num novo negócio, onde Cesar reinventou sua forma de dar aula e suas alunas se multiplicaram. “O treino em casa tem como combater a flacidez e a perda de massa magra que ocorre com o avanço da idade (sarcopenia). Feito com foco e regularidade, o resultado aparece”, explica. Alô, alô mulheres entrando na menopausa e que acham que só na academia, com muito peso, o resultado vem, fica a dica! 

Criador do método Cardio + Power Trainning (CP Training), Cesar não parou um dia sequer e chegou a dar aula ao vivo para mais de mil pessoas – o que seria impossível em uma academia. Logo lançou a plataforma CP Training Private, um Instagram fechado, onde as alunas se associam, pagando uma mensalidade, para ter acesso a cinco aulas Cardio + Power (um grande treino dividido em cinco partes) por semana e mais outras modalidades (pilates, alongamento, pranayama yoga, spining e dança). Cesar dá as aulas online na sala de sua casa, e sua mulher, a nutricionista Patricia Augstroze, faz os exercícios mostrando uma execução de movimento praticamente perfeita. Chicão, o Golden retrivier do casal, está sempre por perto e já ficou famoso. Mais em família, impossível. E que família bacana, sou fã!  

Continua após a publicidade

Já são mais de 800 alunas no Private, sendo quase 300 de fora do Rio! Mesmo assim, ele manteve o compromisso de dar uma aula gratuita por semana na sua conta do Instagram aberto ao público – só esta semana foram 1.500 visualizações. Cesar virou um case de referência para outros profissionais. “Pude provar um pouco do reconhecimento dos meus 37 anos de dedicação e de credibilidade. A minha experiência me permite antever alguns erros dos alunos na execução dos exercícios no ambiente deles, então eu oriento, aplico didática para que eles possam se conscientizar e aprender cada vez mais sobre o treinamento”, conta o professor, que já foi sócio de quatro academias no Rio.

Este ano, pelo menos, Cesar já decidiu que não volta a dar aula presencial. Seu negócio já tem book branding e plano de negócios e em breve ele lança uma nova plataforma mais estável do ponto de vista da transmissão das aulas para profissionalizar ainda mais o CP Training Private.

A adaptação das alunas  foi tamanha que muitas começaram a postar o resultado dos treinamentos, incentivando mais pessoas a se juntarem às aulas. “A maior vantagem do treino remoto é a acessibilidade ao treinamento. É muito prático, pois, apesar das aulas ao vivo acontecerem as 10h, elas ficam gravadas e as alunas conseguem fazer no horário que for melhor, encaixam em qualquer brecha da rotina, não precisam se deslocar para uma academia, pegar trânsito, banho na academia e etc… Treinamento é regularidade, é isso que gera resultado na saúde, corpo e bem estar. E as alunas estão conseguindo fazer os treinos com mais frequência. Além disso, acho que elas estão conseguindo treinar com mais foco no momento da aula, sem distrações e a social, o que também interfere no resultado”, diz. 

Continua após a publicidade

Para a personal trainer e coach de saúde e bem estar Anna Antunes, que acaba de lançar a plataforma Anna Antunes Premium, a acessibilidade é realmente o ponto alto do treino online. “Facilita a vida das pessoas, apesar de eu achar que em breve estes treinos online vão somar aos presenciais, as pessoas vão optar por um treino híbrido conforme a agenda delas”, opina Anna.

Assim como Cesar, Anna também passou a dar gratuitamente no Instagram uma aula semanal, que integra diversas metodologias. Com os resultados das alunas de personal, que se adaptaram à praticidade de treinar em casa com regularidade, e o surgimento da demanda de novas alunas, Anna decidiu lançar este mês seu programa de treinos com abordagem integrativa, que já reúne mais de 100 inscritas. Além de suas aulas diárias, ela também oferece outras modalidades com professores de yoga, spining e alongamento. De maneira inovadora, ela entrega ainda conteúdos de nutrição, estilo, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, entre outros, desenvolvidos por profissionais parceiras. “Tive a sorte de ter muitas alunas que são mulheres inspiradoras, por isso a ideia de criar este programa como uma comunidade de mulheres, onde podemos trocar informações e experiências”, diz Anna, que é personal da modelo e apresentadora Mariana Goldfarb.

Qualidade de vida e bem estar são alcançados no longo prazo e com disciplina. Os treinos online, além de acessíveis, mostram para quem pratica exercício que, sem o professor do lado, é preciso estar comprometido para ter resultado. As atividades físicas virtuais também mostraram a importância do exercício na manutenção de uma boa saúde mental, do controle de ansiedade e do estresse – salvou muita gente na pandemia. Eu, que sou atleta amadora de Beach Tennis, fui uma das que aderi. E não quero mais parar. Nunca fui muito fã de academia, além de ter horários muito complicados. Poder “reencontrar” um antigo professor de ginástica localizada e me tornar sua aluna novamente e conseguir conciliar horários para treinar um funcional top com a Anninha, foram ganhos da minha quarentena. Algumas pessoas vão substituir a academia de vez, outras vão fazer treinos presenciais e online, especialmente naqueles dias mais corridos em que fica difícil abrir espaço na agenda para malhar. O importante é se movimentar, encontrar o seu ideal, respeitar o seu ritmo e procurar profissionais competentes. Já dizia Paulo Cintura: Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa! 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.