Locadora de DVD do Humaitá resiste à onda do streaming

A Cavídeo segue aberta com um acervo de 26 000 títulos

Primeiro veio a TV por assinatura. Depois, as plataformas de filmes sob demanda praticamente decretaram a extinção das locadoras. Honrosa exceção, a Cavídeo segue aberta — sim, ainda há clientes que passam na Cobal do Humaitá atrás de um dos 26 000 DVDs disponíveis —, mas diversificou as atividades. Em 2007, Cavi Borges, dono do estabelecimento, produziu e dirigiu L.A.P.A., seu primeiro filme, e tomou gosto pela coisa. Entre curtas e longas, a Cavídeo lançou mais de 200 produções. As sete mais recentes integram o festival que celebra os 21 anos da locadora, em cartaz de quinta (19) ao dia 25 no Estação Botafogo.

Documentário aborda desmonte do Morro do castelo em 1905

Rio está atrás de 558 cidades em ranking de desenvolvimento

Casarão em Laranjeiras guarda pintura de 23 metros quadrados

+ Violência força bar a mudar de endereço

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s