Igrejas sofreram 19 ataques de furto e roubo por semana entre 2014 e 2017

Campo Grande e Centro estão entre os bairros com maior número de ocorrências

O estado do Rio registrou 2908 casos de furtos e roubos a igrejas entre 2014 e 2017. Os números do Instituto de Segurança Pública foram divulgados nesta segunda (06) pelo jornal O Globo.

Durante os três anos analisados, foram contabilizados 2758 furtos e 150 roubos. A cidade do Rio concentrou as ocorrências e bairros como Centro e Campo Grande registraram as maiores quantidades tanto de furtos (47 e 83, respectivamente) e roubos (11 e 06).

Cidades da região metropolitana também se destacaram no levantamento. É o caso de São Gonçalo, que teve 165 furtos e 18 roubos. Já em Nova Iguaçu, foram 11 furtos. Terceiro município com maior quantidade de roubos registrados, Duque de Caxias somou 16 situações do tipo entre 2014 e 2017.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s