Canudos de plásticos estão com os dias contados

Projeto de lei que proíbe o uso do utensílio em bares foi aprovado. Só falta o prefeito aprovar

A proibição da utilização de canudos de plástico já é realidade em dez países, e o Rio pode ser a primeira cidade brasileira a adotar tal determinação. Um projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal proíbe o uso de canudinhos em bares, restaurantes e quiosques. A medida, que ainda seguirá para a sanção ou o veto do prefeito, obriga os estabelecimentos comerciais a disponibilizar versões biodegradáveis. Uma das alternativas, além da opção de papel, é o tubinho comestível, que já começou a circular por aqui no balcão de bares como o Garoa Lounge (foto), no Leblon. Criação de uma startup espanhola, eles são feitos com açúcar, gelatina e amido de milho, podem (ou não) ser aromatizados, têm 24 calorias cada um, se ingeridos, e duram até 25 minutos em contato com bebidas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s