Clique e assine por apenas 4,90/mês

Suspeito de participação na morte de Marielle Franco é preso

Alan de Moraes Nogueira é ex-PM e, de acordo com delator, faz parte de quadrilha de miliciano que teria mandado matar a vereadora, segundo jornal

Por Redação VEJA RIO - 24 jul 2018, 12h59

O ex-policial militar Alan de Moraes Nogueira, conhecido como “Cachorro Louco”, foi preso na manhã desta terça (24) pela Polícia Civil do Rio. Segundo o jornal O Globo, ele é acusado de ser um dos ocupantes do veículo onde estavam os assassinos da vereadora Marielle Franco (PSOL).

Nogueira e o ex-bombeiro Luís Cláudio Ferreira Barbosa foram detidos  por um outro caso, relacionado à milícia comandada pelo ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando da Curicica.

Encarcerado, Alan passa a ser uma peça importante nesse quebra-cabeça que virou o caso da vereadora. A expectativa da polícia é que, com as informações do delator contra ele, Nogueira ajude a esclarecer o que aconteceu na noite do crime.

 

Publicidade