Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Roubos em estabelecimentos no Leblon assustam moradores do bairro

O número de roubos a transeuntes aumentou 26% entre 2015 e 2016; Ladrões tem preferência por relógios

Por Redação VEJA RIO 15 mar 2017, 16h16

Uma mulher foi assaltada dentro de um restaurante na Rua Aristides Espínola, no Leblon, na manhã de terça (14). O bandido armado levou o relógio da vítima, deixando os funcionários do estabelecimento estarrecidos. O bairro nobre da Zona Sul carioca tem sofrido um considerável aumento dos casos de assaltos a transeuntes. Entre 2015 e 2016, o número registrado pela 14ª DP, saltaram de 499 para 633, 26% a mais.

O sistema de câmera de um prédio da região gravou a fuga do bandido que carregava uma mochila vermelha. Casos como este se tornaram rotina. Em novembro do ano passado, uma mulher foi roubada na varanda de uma sorveteria, na Rua Dias Ferreira. No mesma região e época, outras três pessoas foram abordadas dentro de um bistrô. Em todos os casos, os bandidos se interessam por objetos de valor, como relógios.

Publicidade