Continua após publicidade

Quem estava por trás do roubo à carreta com 25 mil camisas do Flamengo

Chefe da comunidade Jardim Gramacho, em Caxias, para onde os produtos foram levados, será indiciado; polícia busca interceptadores

Por Da Redação
Atualizado em 29 ago 2022, 13h14 - Publicado em 29 ago 2022, 12h42

Desde que um caminhão da Adidas com 25 mil camisas oficiais do Flamengo foi roubado, na noite de quarta (24), nas proximidades da Rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias, o delegado Alan Duarte, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), que investiga o caso, já sabe que será difícil recuperá-las. E está focado em chegar aos autores do crime e receptadores. A Polícia Militar recuperou a carreta na quinta (25), na região de Nova Campina, em Caxias, mas não encontrou as mercadorias. Na ocasião, cinco homens suspeitos de participação no crime foram presos e, com eles, foi apreendida grande quantidade drogas. Segundo o delegado, o chefe da comunidade Jardim Gramacho, em Caxias, para onde os produtos foram levados, será indiciado por roubo. O prejuízo estimado é de 1,6 milhão de reais.

+ O tempo virou: nova frente fria faz temperatura cair para 14 graus no Rio

“Para nós, fica muito claro que ele é o autor intelectual; é partícipe, na medida em que autorizou esse transbordo para a comunidade”, explica Duarte. “Mas a carga não ficou só no Jardim Gramacho, foi toda pulverizada. Há informações de que uma parte tenha ido, por exemplo, para a feirinha da Pavuna. Realizamos uma diligência para recuperar a carga, mas não conseguimos, até porque é uma carga que não é rastreável, não são equipamentos eletrônicos; então, acabamos tendo um pouco mais de dificuldade”.

Compartilhe essa matéria via:

Na sexta (26), a venda de camisas supostamente originais começou a ser anunciada em aplicativos de mensagens e redes sociais. Enquanto a preta e vermelha é oferecida por 100 reais, a branca é negociada por 80 reais e a regata, por 50 reais. Nas lojas, as camisas da temporada atual são encontradas por valores próximos a 300 reais. Uma foto que circula em aplicativos de mensagens mostra várias delas empilhadas. Outros vídeos mostram camisas e outros produtos da Adidas, também ditos como originais. Não foi confirmado se as peças vieram da remessa roubada. A Adidas e o Flamengo não quiseram se pronunciar sobre o caso.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A carga transportada pelo caminhão, que vinha de Guarulhos, em São Paulo, incluia, além de camisas oficias do time (masculinas, femininas e infantis), casacos do clube, bolas de futebol e materiais de empresas que não faziam referência ao esporte ou ao Flamengo, como a Fame, que comercializa produtos como torneiras, chuveiros e purificadores de ar.

“São produtos com muita liquidez; que podem ser distribuídos de forma muito rápida pelos criminosos. Por isso, além de identificar os criminosos, o importante para a Polícia Civil agora é chegar aos receptadores, porque são pessoas que fomentam o roubo de carga. Quando desmotivamos as pessoas a receptarem, quem rouba não tem para quem vender”, afirma o delegado, que está reunindo todo o material postado em redes sociais divulgando esses produtos, por exemplo, e os responsáveis serão indiciados por receptação qualificada.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.