Clique e assine por apenas 4,90/mês

Rio registra 29 tiroteios em menos de 24 horas

No Centro, três pessoas foram atingidas por balas perdidas e um idoso morreu

Por Redação VEJA RIO - 20 mar 2018, 11h30

A Região Metropolitana do Rio registrou 29 tiroteios entre a manhã de domingo (18) e a manhã de segunda (19), uma média de um tiroteio a cada 50 minutos. No total, três pessoas foram atingidas por balas perdidas e um idoso morreu.

Luis Carlos Viana, de 60 anos, estava trabalhando como despachante de ônibus quando levou um tiro na perna. Ele foi socorrido, mas acabou morrendo.

Já Larissa Henriques da Silva Maia, 14 anos, morreu em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, enquanto tentava proteger uma criança. Alexandre Rodrigues Alves, de 39, era o alvo dos tiros, morreu no local.

No Rio Comprido, na Zona Norte, um homem ficou ferido em troca de tiros entre PMs e ladrões de carros. Em outro ponto da região, no Engenho de Dentro, câmeras registraram um tiroteio por volta das 5h40 da manhã, quando criminosos sairam armados de um táxi. Um homem que vinha num carro tentou dar ré, mas bateu em carros estacionados e foi roubado e agredido. Quando a vítima fugia, um dos criminosos tentou atirar, mas errou.

Continua após a publicidade
Publicidade