Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Homenagem: Rio pode ganhar escola com o nome de Henry Borel

'É uma forma de lembrar que tragédias como essa não deveriam acontecer', justifica autora do projeto de lei, publicado no Diário Oficial desta quarta (28)

Por Da Redação 28 abr 2021, 15h14

O caminho ainda é um pouco longo, mas se tudo correr como a autora do projeto de lei espera, o Rio pode ter uma escola pública com o nome de Henry Borel. Proposta pela deputada Martha Rocha, a medida foi publicada no Diário Oficial desta quarta (28).

No vácuo: Ana Maria Braga liga para Carla Diaz ao vivo… e ela não atende

Henry, de quatro anos, foi levado morto ao hospital no dia 8 de março pela mãe, Monique Medeiros, e pelo padrasto, o vereador Jairo Souza Santos, o Doutor Jairinho. Os dois foram indiciados por homicídio duplamente qualificado e tortura.

Anitta: single da cantora gera uma onda de memes na internet

Em sua justificativa, a deputada afirma que Henry era uma criança cheia de vida, que a teve ceifada de forma prematura. “Como forma de lembrar que tragédias como essa jamais deveriam acontecer em nossa sociedade, melhor forma não há do que homenagear o menino Henry dando o seu nome a uma escola pública da rede estadual de ensino”, escreveu.

Flagra em cassino custou caro: Gabigol terá de pagar 110 000 reais

O projeto ainda irá passar pelas comissões de Constituição e Justiça; de Educação; e de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso. Depois, segue para ser votado. Se for aprovado, o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), terá 15 dias para sancionar ou vetar.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade