Clique e assine por apenas 4,90/mês

Réveillon: shows serão transmitidos pelo YouTube e não terão público

Prefeitura diz que não incentivará as pessoas a irem às ruas; atrações musicais e efeitos especiais de luzes e cores podem ser acompanhadas pela internet

Por Cleo Guimarães - Atualizado em 10 set 2020, 16h50 - Publicado em 10 set 2020, 12h33

A Riotur divulgou nesta quinta (10) o caderno de encargos e contrapartidas do Réveillon 2021, o documento que divulga as diretrizes da festa para as empresas interessadas em patrociná-la.

‘QG da Propina’: ex-presidente da Riotur lança curso para vencer na vida

Pontos turísticos da cidade serão cenário de shows que contarão, segundo a prefeitura, com “grandes artistas da cena nacional e internacional”, e acendimento de luzes a laser de efeitos visuais. Os eventos serão fechados ao público e terão transmissão ao vivo pelo canal oficial da Riotur na internet, com intérpretes de libras nas apresentações. Abriu-se uma negociação para que a TV aberta (ou fechada) transmita ao vivo o evento.

Investigado, Crivella tem celular apreendido e encontra Bolsonaro

Não incentivaremos as pessoas a irem às ruas. Este vai ser o Réveillon da responsabilidade social, em um formato diferente”, diz o presidente em exercício da Riotur, Fabrício Villa Flor de Carvalho. As empresas interessadas em patrocinar a noite da virada devem enviar propostas até o dia 22 de outubro.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade