Continua após publicidade

Restauradas, esculturas de Oscar Niemeyer voltam ao Parque Dois Irmãos

Iniciativa do Instituto Carioca Cidade Criativa vai fomentar turismo no local, que tem quatro mirantes com belas vistas do Rio e Mata Atlântica preservada

Por Da Redação
Atualizado em 26 set 2023, 13h57 - Publicado em 26 set 2023, 13h05

Pouco conhecido de cariocas e turistas, o Parque Natural Municipal Dois Irmãos, no alto Leblon, ganhou de volta incentivos de peso para atrair quem que conhecer oásis de Mata Atlântica com vista estonteante do Rio: cinco esculturas abstratas em ferro medindo de quase 8 metros de altura e pintadas de vermelho, obras de Oscar Niemeyer, que foram doadas pelo arquiteto em 2002 e acabam de ser restauradas. Um arreamte e tanto para uma área de 39 hectares preservados com trilha, jardins, lago, anfiteatro e quatro mirantes que mostram a orla do Leblon e Ipanema de um lado e a Lagoa Rodrigo de Freitas do outro. O parque foi criado durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente no Rio, a Eco-92, com o objetivo de proteger a área e preservar a fauna e a flora da região.

+ Mercadinho São José será administrado por consórcio da feira Junta Local

Forma no Espaço II e III, Mulher I, Violência e Retirantes foram exibidas pela primeira vez ao público no pátio do Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói, em outubro de 1999. No ano seguinte ficaram expostas na Praia do Leme, até serem transferidas definitivamente para o parque. Mas com o tempo, tão deteriorado ficou o conjunto monumental único formado pelas esculturas – as últimas feitas por Niemeyer, já aos 92 anos – que foi retirado do local em 2011. Desde então estava em um depósito da prefeitura. A volta triunfal ao Dois Irmãos só foi possível graças ao projeto RevivaRio Parque Dois Irmãos, capitaneado pelo Instituto Carioca Cidade Criativa (ICCC), numa parceria com a prefeitura do Rio e um pool de empresas patrocinadoras – Sistema Fecomércio RJ, Sesc, Senac, Klabin, Raízen, BTG Pactual, Instituto YDUQS/Estácio e Shopping Leblon. A verba de 1,5 milhão de reais foi captada através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS) e destinada não somente à restauração das obras, mas à revitalização de todo o parque.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

O projeto inclui a recuperação da sede e banheiros com acessibilidade, paisagismo, mobiliário, nova sinalização bilíngue – inclusive, com informações de espécies nativas e o cuidado com os animais -, novo parquinho infantil, academia da terceira idade, e a criação de um jardim de borboletas, o primeiro da zona sul da cidade. “Esperamos com todas essas ações fomentar o turismo no local, que ainda tem quatro mirantes com belíssimas vistas e é uma área de preservação ambiental com muita natureza”, diz a co-fundadora do ICCC, Ana Luiza Piza. “É um lugar muito propício a caminhadas, corridas e ciclismo”, acrescenta Heitor Wegmann Jr, também co-fundador do instituto, que nasceu para ser o elo entre a sociedade civil, órgãos públicos e iniciativa privada, tornando viáveis projetos pela cidade. No ano passado, eles capitanearam a reforma da Praça General Osório e em 2018 participaram do projeto de reforma do Parque da Catacumba e do Portão do Parque Guinle.

RevivaRio Parque Dois Irmãos em números:
80 profissionais envolvidos (restauro esculturas e revitalização parque)
11.600 mudas de plantas e flores nativas da Mata Atlântica
470 metros quadrados de grama
40 bancos de madeira plástica reciclada
03 brinquedos infantis (kit playground, trenzinho e carrinho)
02 equipamentos para academia da terceira idade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.