Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Após dois anos fechado, Orquidário do Jardim Botânico é reaberto

Atração volta a receber o público após passar por reformas com custo de cerca de R$ 300 00,00

Por Redação Atualizado em 2 Maio 2022, 13h08 - Publicado em 2 Maio 2022, 13h00

Um dos locais mais visitados do ponto turístico, o Orquidário do Jardim Botânico do Rio reabriu ao público neste último domingo (1º), após dois anos fechado. Neste período de pausa, o espaço passou por uma série de reformas com custo em torno de R$ 300 000,00. Para visitar o local, é necessário pagar somente o valor do ingresso de entrada no Jardim Botânico.

+ Que seja doce: abelhas nativas encantam chefs e ganham áreas de proteção

São mais de 7 500 orquídeas, entre nativas, exóticas e híbridas, expostas no local. A reabertura também contou com uma apresentação do vibrafonista e compositor Arthur Dutra e o saxofonista Afonso Claudio. Segundo a presidente do JBRJ, Ana Lúcia Santoro, novos espaços em breve passarão por obras. “Já fizemos outras entregas, como a reforma do Solar da Imperatriz, como há muito tempo não era feita, e teremos outras, como as do bromeliário e demais estufas”, afirma Santoro.

Foto mostra orquídeas
Orquídeas: são diferentes texturas, aromas e cores ./Divulgação

Na estufa de vidro, estão 630 orquídeas de diferentes origens, além de cores e tamanhos diversos. Um exemplo é o setor das micro-orquídeas, onde os visitantes podem enxergar flores minúsculas, com tamanhos entre 2 milímetros e 1 centímetro, por meio de uma lupa. Já no Jardim dos Sentidos, o público pode tocar as plantas para sentir suas texturas e inspirar seus aromas diversos.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

O objetivo primordial (do Orquidário) é manter a coleção científica, ou seja, aquelas plantas coletadas na natureza pelos pesquisadores e alunos da nossa Escola Nacional de Botânica Tropical. Mas também queremos oferecer aos visitantes um deleite visual e olfativo”, explica a curadora da coleção de orquídeas do JBRJ, Delfina de Araújo.

A organização das plantas em jardins suspensos é planejada para uma floração sucessiva ao longo das estações, permitindo que o público veja diferentes flores nascerem ao longo do ano.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Em breve, as áreas externas do orquidário também estarão abertas à visitação

 

Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico. Quinta a ter., 8h/17h. R$ 17,00 a R$ 67,00 (moradores da cidade têm desconto)  jbrj.eleventickets.com

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês