Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Projeto de mapeamento de favelas fica entre os dez mais influentes da América Latina

Iniciativa foi desenvolvida por pesquisadores do MIT em parceria com o atual secretário municipal de Planejamento Urbano, Washington Fajardo

Por Luiza Maia Atualizado em 2 dez 2021, 13h29 - Publicado em 2 dez 2021, 13h28

Criado para mapear a Rocinha, considerada a maior comunidade do Brasil, o Favelas 4D figura entre os dez projetos mais notáveis e influentes da América Latina. A iniciativa foi classificada pela edição de 2021 da Latin America’s Top 10 Most Influential Projects, lista divulgada anualmente pelo Project Management Institute (PMI), uma instituição internacional que associa profissionais de gestão de projetos.

+ Bienal do Livro: programação destaca debates e obras de autores negros

A proposta foi desenvolvida por pesquisadores do Senseable City Lab do Massachusetts Institut of Technology (MIT) em parceria com o atual secretário municipal de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, antes de assumir de assumir a pasta, com o objetivo de identificar construções, ruas, vielas e a topografia da região elementos que muitas vezes não são identificados por outros mapas convencionais.

Por meio de uma tecnologia de escaneamento a laser em 3D, a equipe conseguiu capturar os dados específicos do local, como as dimensões, formatos e distâncias entre ruas, casas e outras estruturas. O resultado deste trabalho pode ser visto no site do projeto.

Com essas informações disponibilizadas, os pesquisadores têm o objetivo de avaliar a infraestrutura do espaço e possibilitar novas soluções e melhorias na favela  onde vivem cerca de 100 000 habitantes , como a criação de espaços públicos, a ampliação dos serviços de luz, água, saneamento e a prevenção de deslizamentos de terra.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A relação completa de iniciativas contempladas na lista do PMI pode ser acessada pelo site.

Continua após a publicidade

Publicidade