Clique e assine por apenas 4,90/mês

Projeto estimula prática do beisebol no Rio

A iniciativa do Instituto Fair Play com a prefeitura e a Associação para o Desenvolvimento do Beisebol quer treinar180 atletas até o fim do ano

Por Rafael Sento Sé - 27 abr 2018, 10h05

O campo de terra batida na Lagoa, meio maltratado, junto ao Corte do Cantagalo, é a expressão mais conhecida do beisebol carioca — até agora. Uma parceria entre o Instituto Fair Play, a prefeitura e a Associação para o Desenvolvimento do Beisebol promete mudar esse cenário. Desde março, o complexo Miécimo da Silva, em Campo Grande, abriga aulas gratuitas do esporte, famoso nos Estados Unidos, para crianças a partir dos 6 anos. Cerca de cinquenta alunos já participaram do projeto, mas a intenção é chegar a 180 atletas até o fim do ano. A iniciativa foi inspirada pelo retorno da modalidade à Olimpíada, a partir dos Jogos de Tóquio, em 2020, e também pela presença de quinze brasileiros em equipes americanas, cinco delas na principal liga profissional, a MLB, que fornece os equipamentos às promessas da Zona Oeste.

Fãs da cultura pop comemoram do Dia do Orgulho Nerd no Imperator

+ Site ajuda usuários a sugerir projetos de lei

+ Rio receberá 5 007 600 doses da vacina contra gripe

Continua após a publicidade

Pintura retrata Morro do Castelo no século XVI

Publicidade