Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Prefeitura de Niterói vai apoiar restauro de painel de Paulo Gustavo

'Nossa cidade é unida pela diversidade e a luta por respeito é pautada no amor e na resistência. Não aceitamos LGBTfobia", diz secretário de culturas

Por Da Redação 30 jun 2021, 19h07

O secretário de culturas de Niterói, Leonardo Giordano, afirmou, em um post nas redes sociais, que a prefeitura local vai apoiar os artistas Ipo e Maria Clara no restauro do painel em homenagem ao ator Paulo Gustavo vandalizado nesta terça (29).

+ Dira Paes: “Ser artista é um ato político”

A obra, que mostra a personagem dona Hermínia com os dizeres “Rir é um ato de resistência”, que ficava na praia de Icaraí, foi pichada com uma tinta clara. Os artistas consideram um ato LGBTfóbico.

+ Irreverentes, influenciadores de favelas entram na mira de grandes marcas

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

“O ódio, falso moralismo, autoritarismo no pensamento e atitudes que são contra o que a arte representa. A arte democratiza e tira as vendas do preconceito. Rir é um ato de resistência e retirar as amarras do desrespeito é urgente”, escreveu Ipo em uma postagem no Instagram.

+ Cinco curiosidades sobre Luca, nova animação da Disney

Leonardo Giordano afirmou que Niterói não aceita o preconceito. “Nós vamos somar forças a Ipo e Maria Clara, para restaurar o painel em homenagem a Paulo Gustavo. Paulo é uma representação muito importante para a comunidade LGBTI e para a nossa cidade. Niterói é unida pela diversidade e pelo afeto. Nossa luta por respeito é pautada no amor e na resistência. Seguiremos juntos, para combater qualquer preconceito”, afirmou o secretário de culturas da cidade.

Continua após a publicidade
Publicidade