Clique e assine por apenas 4,90/mês

Prefeitura não renova contratos com ONGs que tocam academias da 3ª idade

Atraso no repasses foi principal causa para fim do serviço na Praça da Cruz Vermelha e outros locais

Por Redação VEJA RIO - 19 jul 2018, 14h02

Screen Shot 2015-06-29 at 3

As ONGs Dom Pixote e Ipse não tiveram renovados pela prefeitura os contratos que assinaram para oferecer o projeto Rio Ar Livre, de academias de terceira idade. A informação foi divulgada nesta quinta (19) pelo G1.

Até outubro, a Dom Pixote atendia 300 praças, mas teve de encerrar as atividades por conta de atrasos no repasse de verbas. Em janeiro, a Ipse assumiu a operação, mas teve de abandoná-la em abril pelo mesmo motivo que a entidade anterior.

Cerca de 400 funcionários das duas organizações estão com salários atrasados e não receberam os valores relativos a suas demissões. As praças do Lido, em Copacabana e da Cruz Vermelha, no Centro foram alguns dos locais prejudicados com o fim da iniciativa.

Publicidade