Clique e assine por apenas 7,90/mês

Pezão cortou R$ 1,8 bilhão de investimentos em saúde entre 2014 e 2018

Governo do Estado acumula R$ 6,2 bilhões em dívidas na área

Por Daniela Pessoa - 3 ago 2018, 15h27

Pezão: diagnóstico do governador deve sair nesta quinta (23)

Os investimentos em saúde por parte do Governo do Estado caíram de R$ 3,7 bilhões em 2014 para R$ 1,9 bilhão em 2017. A informação é do Ministério Público estadual e foi publicada nesta sexta (03) pelo jornal O Globo.

O corte de R$ 1,8 bilhão tem entre seus motivos a dívida acumulada pelo governo Pezão na área, de R$ 6,2 bilhões. O valor é o maior entre todas as áreas de atuação do governo estadual e implica no descumprimento do montante mínimo previsto para o setor pela legislação.

O que a lei estipula é que 12% da receita corrente líquida estadual sejam destinados à saúde. Os R$ 3,7 bilhões aplicados em 2014 já representavam apenas 10,82% do total à época. Essa proporção vem caindo ano a ano e bateu 5,1% em 2017, meno s da metade do recomendado. Para especialistas, a situação pode configuar cometimento de crime de responsabilidade por Pezão.

Publicidade