Clique e assine por apenas 4,90/mês

Pezão é condenado por improbidade administrativa em compra de ambulância

Decisão do STJ prevê ressarcimento de R$ 14,5 mil à União e ao município de Piraí, cidade em que o político era prefeito em 2001

Por Redação VEJA RIO - 19 jul 2018, 14h05

O governador Luiz Fernando Pezão foi condenado pelo ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por improbidade administrativa com base no documento do Ministério Público Federal (MPF) de superfaturamento na compra de uma ambulância e equipamentos para o veículo em 2001, quando Pezão era prefeito de Piraí, no interior do estado.

A decisão havia sido publicada internamente no dia 29 de maio, mas não divulgada, segundo reportagem de O Globo. A decisão prevê o pagamento de multa de ressarcimento à União e ao município no valor de R$ 14,5 mil – incluindo as devidas correções monetárias. Procurada pelo jornal, a defesa do político afirmou que já recorreu à medida.

Publicidade