Clique e assine por apenas 3,90/mês

Passagens de ônibus ficam mais caras no Rio

Valores passaram de R$ 3,60 para R$ 3,95. Rio Ônibus confirmou que a nova tarifa passou a valer a partir de meia-noite

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 21 jun 2018, 19h51 - Publicado em 21 jun 2018, 19h49

Os novos valores das passagens de ônibus da cidade do Rio entraram em vigor nesta quinta (21). O preço passou de R$ 3,60 para R$ 3,95. A integração entre metrô e ônibus passará de R$ 5,55 para R$ 5,80. Já a integração entre os ônibus e o BRT passará de R$ 6,20 para R$ 6,50.

Os ônibus executivos também tiveram alteração nos preços, publicada no Diário Oficial do município nesta quinta. O reajuste aplicado pela prefeitura, por meio do Decreto nº 44.600 de 1º de junho de 2018, foi liberado pela justiça na tarde de terça-feira (19). A decisão da 20ª Câmara Cível derrubou uma liminar obtida pela força-tarefa do Ministério Público que anulou o acordo entre a Prefeitura e as empresas de ônibus, prevendo o aumento.

O acordo que possibilitou o aumento, anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella, também prevê um cronograma para que os 7,2 mil ônibus que circulam no Rio tenham ar condicionado. Confira abaixo o cronograma:

Até 90 dias após a entrada em vigor da nova tarifa, 150 ônibus com ar condicionado.

Até 31 de dezembro deste ano, 60% da frota com ar condicionado.

Até 30 de junho de 2019, 70% da frota com ar condicionado.

Até 31 de dembro de 2019, 80% da frota com ar condicionado.

100% da frota com ar condicionado em setembro de 2020.

Continua após a publicidade
Publicidade