Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Operação Verão terá uso de drones na fiscalização da orla

O planejamento desta vez inclui também batalhões variados

Por Pedro Tinoco Atualizado em 15 jan 2021, 09h55 - Publicado em 15 jan 2021, 06h00

Na Praia de Ipanema, aquela multidão em festa na antevéspera do réveillon causou surpresa e indignação nas redes — e demorou a se dispersar mesmo com a chegada dos agentes de segurança. É verão e o povo já está na rua, mas a curtição da estação favorita dos cariocas ainda exige muito cuidado em tempos de Covid-19. Na rotina da Polícia Militar, a tradicional Operação Verão acrescentou às suas atribuições o apoio aos órgãos municipais no cumprimento de medidas para evitar aglomerações e conter a disseminação do novo coronavírus.

+Fiocruz constrói o maior complexo de biotecnologia da América Latina

+Bienal do Livro Rio lança plataforma digital

+ As novidades do Museu Nacional, que deve ter reabertura parcial em 2022

Na prática, aliás, a mobilização para a temporada anterior (2019-2020), prevista para terminar em abril do ano passado, nunca chegou a ser totalmente encerrada. “Com a alternância entre restrições e flexibilizações, o efetivo passou a se adaptar”, explica o comandante-geral Rogério Figueredo, secretário de estado da Pmerj. O planejamento desta vez inclui batalhões variados e o uso de drones na fiscalização da orla.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade