Clique e assine por apenas 4,90/mês

Lockdown: MP pode acionar a Justiça a qualquer momento

Ministério Público estadual tem em mãos todas as informações necessárias para solicitar o isolamento total; estudos estão em análise por promotores

Por Cleo Guimarães - 13 Maio 2020, 11h01

As informações que faltavam no estudo solicitado pelo Ministério Público estadual (MPRJ) à prefeitura e ao governo do estado já chegaram às mãos dos promotores que estudam alternativas para o combate ao coronavírus no Rio. É com esses dados que o MP vai decidir se acionará a Justiça para determinar a decretação do fechamento total do município e do estado.

Prefeitura projeta que Rio terá 15 mil casos de coronavírus em 19 de maio

Em entrevista coletiva na segunda-feira (11), o prefeito Marcelo Crivella condicionou a determinação de lockdown na capital à distribuição de 500 mil cestas básicas para a população, para que pessoas em dificuldade financeira pudessem permanecer em casa. “Aqui não é a Espanha nem a Itália, que têm economias estáveis e podem deixar seus habitantes em casa por um tempo. As pessoas precisam comer”, disse. Já o governador Wilson Witzel defende que apenas o Judiciário poderia estabelecer o lockdown em todo o estado, e não deve fazer alterações no decreto com medidas restritivas para a circulação de pessoas, válido até o dia 31. 

Coronavírus: apesar de decreto, comércio em comunidades continua aberto

Continua após a publicidade

Oficialmente, o MP informa que os estudos enviados pelo estado e pelo município “estão em análise” e que informará sobre os desdobramentos tão logo se posicione em relação ao conteúdo enviado.

Para assinar Veja Rio clique aqui

Publicidade