Clique e assine por apenas 3,90/mês

Liminar impede festival de música eletrônica na Quinta da Boa Vista

A decisão busca proteger o Museu Nacional, os animais do Zoológico que vivem dentro do parque municipal

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h01 - Publicado em 6 out 2016, 16h58

Agendada para os dias 14 e 15, o festival de música eletrônica Ultra Rio Brasil está suspenso por ordem da juíza Maria Amelia de Carvalho, da 23ª Vara Federal do Rio de Janeiro. A magistrada concedeu ontem uma liminar, na ação proposta pelo Ministério Público Federal, que considera a Quinta da Boa Vista inapropriado para receber o evento.

+ Feira do Lavradio comemora 20 anos com feira neste sábado (8)

A decisão foi levada em consideração pelo espaço, que abriga o Museu Nacional e o Jardim Zoológico do Rio, ser tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A ação expõe o fato de a festa ser realizada com volume elevado do som, que poderia abalar a peças do museu e perturbar os animais. O texto ainda aponta que a quantidade de bebida que seria ofertada poder provocar “comportamentos de vandalismo”. Os organizadores do festival estão sujeitos a multa diária de R$ 5 mil caso não cumpram a determinação da Justiça.

Publicidade