Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Leblon x Barra: os bairros que mais valorizaram desde o início da pandemia

Levantamento da Loft, startup que facilita a compra e a venda de apartamentos, mostra que o metro quadrado nestes locais tiveram alta acima de 10%

Por Carolina Barbosa 17 jan 2022, 15h30

O Leblon e a Barra, mais especificamente a região do Jardim Oceânico, foram os bairros cariocas que mais valorizaram desde o início da pandemia, segundo levantamento inédito feito pela Loft, startup que facilita a compra e a venda de apartamentos por meio digital.  Para se ter ideia, a média do metro quadrado dos apartamentos vendidos nestes lugares teve alta superior a 10% entre 2020 e 2021, na comparação com 2018 e 2019.

+É lei: mestre-sala e porta-bandeira agora são Patrimônio Cultural do Rio

No Leblon, a valorização foi de 12,6%,  passando de R$ 15,7 mil para R$ 17,7 mil. Já no Jardim Oceânico, espécie de “sub-bairro” da Barra da Tijuca, a alta foi de 11,4%, de R$ 9 mil para R$ 10 mil. Nas demais áreas do bairro da Zona Oeste, o aumento chegou a 8,4%, de R$ 8,1 mil para R$ 8,7 mil.

Compartilhe essa matéria via:

“O grande destaque no topo da lista, portanto, é o Jardim Oceânico, que vem atraindo cada vez mais moradores, em especial após a chegada do metrô na região”, explica Maria Oldham, vice-presidente de Operações da startup. “Há atrativos como ruas arborizadas e a possibilidade de resolver quase tudo a pé, características que ganharam ainda mais força durante a pandemia”, completa.

+Roupa nova: praias do Rio ganham novas barracas após oito anos

Os dados analisados pela startup indicam que Leblon e Barra apresentam características que, em geral, elevam o preço dos apartamentos: imóveis maiores e mais novos. O bairro da Zona Sul, por exemplo, é o que possui os prédios mais novos entre os 25 analisados (há edificações de 2018 naquela área). Já em relação ao tamanho dos apartamentos, o Jardim Oceânico é o que concentra a maior média de área dos apartamentos, com 139 m2.

O estudo considerou os apartamentos usados efetivamente transacionados entre 2018 e novembro de 2021 em ruas com, ao menos, cinco transações no período  valores reais das vendas, em vez de preços indicados em anúncios de imóveis. Confira o ranking:

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Os cinco bairros cariocas que mais valorizaram

Leblon

12,6%

Continua após a publicidade

Jardim Oceânico/Barra

11,4%

Barra

8,4%

Gávea

7,8%

Ipanema

6,9%

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês