Continua após publicidade

Jardim de Alah: Rio terá um ‘Inhotim’ para chamar de seu

Projeto vencedor da concorrência para administrar o parque inclui 40 esculturas monumentais de arte contemporânea, mas sem os pavilhões do instituto mineiro

Por Paula Autran
18 ago 2023, 07h00

Um museu a céu aberto está previsto no projeto já habilitado pela prefeitura para dar vida nova ao Jardim de Alah, após quatro décadas de abandono. “Para ser exato, a inspiração é o Storm King Art Center de Nova York, pois será um parque com quarenta esculturas monumentais de arte contemporânea, sem os pavilhões do instituto mineiro”, esclarece Miguel Pinto Guimarães, que assina a arquitetura do local com o colega Sérgio Conde Caldas.

+ Da água para a cachaça: Cristo é a marca do Rio e de mais de 200 produtos

+ Para todo mal, a cura: Painel de rumores é usado contra fake news na saúde

Os dois são sócios, junto com o empresário Alexandre Accioly, do consórcio Rio + Verde, vencedor da concorrência da parceria público-privada para administrar por 35 anos a área de 93 600 metros quadrados no coração da Zona Sul. Ao lado de lojas, restaurantes e quadras esportivas, entre outras atrações, serão instaladas duas esculturas anualmente até 2028, e depois mais uma por ano, alternando artistas nacionais e internacionais.

+ Mapa da inadimplência: Rio se tornou o pior pagador do Brasil

Continua após a publicidade

+ Orla afinada: Blue Note se muda para Copacabana com música até na varanda

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“A ideia é criar tensão e diálogo entre elas”, diz Miguel. As obras serão escolhidas por uma comissão formada por nomes como Vik Muniz e Beatriz Milhazes.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.