Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Interrogatório de Wilson Witzel já tem data

O governador sofre um processo de impeachment

Por Agência Brasil Atualizado em 11 dez 2020, 12h53 - Publicado em 11 dez 2020, 12h19

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) e do Tribunal Especial Misto, desembargador Claudio de Mello Tavares, marcou para o dia 18 de dezembro, às 16h, o interrogatório do governador afastado Wilson Witzel, quando o réu, poderá exercer sua autodefesa.

+Covid-19: 75% da população do Rio está em bandeira vermelha 

O interrogatório acontecerá um dia após a sessão em que os dez integrantes, cinco desembargadores e cinco deputados estaduais ouvirão as 27 testemunhas de acusação e defesa que tiveram seus nomes aprovados pelo colegiado para depor no processo. Esses depoimentos serão dados em sessão marcada para as 9h do dia 17, também no Tribunal Pleno.

+Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui  

Os nomes das 27 testemunhas foram aprovados em sessão realizada no dia 4 último, quando o colegiado foi favorável à produção de provas testemunhais e documentais suplementares no processo de impeachment de Witzel.  As perícias contábeis e de engenharia foram rejeitadas pela maioria.

+Rio começa a montar plano de vacinação para Covid-19 

Continua após a publicidade

Prosseguimento do impeachment

No mês passado, o Tribunal Especial Misto acolheu, por unanimidade, a denúncia para o prosseguimento do processo de impeachment do governador afastado do Rio, Wilson Witzel. Na sessão, a comissão decidiu também pelo corte de um terço do salário de Witzel e que deixasse, junto com a família, a residência oficial no Palácio Laranjeiras.

 

+Covid-19: Prefeitura veta áreas de lazer e proíbe estacionamento na orla 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade