Clique e assine por apenas 4,90/mês

Hemorio promove campanha para incentivar doações de sangue no Carnaval

Para animar os doadores, integrantes da Mangueira se apresentam no Hemorio, nesta quinta (13), e os da Beija-Flor, nesta sexta (14)

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 13 fev 2020, 13h03 - Publicado em 13 fev 2020, 13h02

Para incentivar as doações de sangue durante o Carnaval, época em que os estoques têm baixa de até 20%, o Hemorio promove a campanha “Meu Sangue é Carnaval”.

Apesar da significativa redução de doações, fundamentais para as transfusões, segundo dados do Ministério da Saúde, há um aumento na demanda por bolsas de sangue por causa do volume de acidentes na cidade durante a temporada da folia.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os níveis de estoque regulares, é necessário que 1,5% a 3% da população doe sangue com frequência. O Brasil tem 1,8% de doadores, o que significa uma média de 3,5 milhões de bolsas de sangue por ano, de acordo com a Secretaria de Saúde do governo.

+Doações de sangue no período de Carnaval caem até 60%

Continua após a publicidade

Para doar sangue, há alguns pré-requisitos. São eles:

Ter entre 16 e 69 anos;
Pesar no mínimo 50 kg;
Estar bem de saúde;
Levar documento de identidade oficial com foto;
Evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Não é necessário, no entanto, o jejum;
Não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes da doação de sangue;
Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais, e devem levar um documento de identidade do responsável.

Publicidade