Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Helena, Miguel e como o Brasil virou uma grande novela de Manoel Carlos

Com base em registros civis de 2020, levantamento mostra os nomes de crianças brasileiras mais populares no ano passado

Por Paula Autran 14 out 2021, 14h43

Que as novelas sempre influenciaram os pais na hora de batizar os filhos não é novidade. Estão ai Daras e Mayas para comprovar. Mas em 2020 – ano em que o isolamento social aumentou o tempo das pessoas em frente à TV e comprometeu a gravação de novas produções -, dois protagonistas de Laços de família (2000), reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo da Globo, voltaram a ter cartaz.

+ Eles estão de volta: Coldplay confirma presença no Rock in Rio 2022

Segundo um levantamento publicado pelo perfil @brasilemmapas, com base em dados da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), os nomes de crianças brasileiras mais populares no ano passado foram Miguel (30 969 registros civis), no caso dos meninos, e Helena (24 964), preferência para meninas. Justamente os nomes dos personagens de Vera Ficher e Tony Ramos no folhetim de Manoel Carlos.

Também foram bem cotados entre os papais e mamães Arthur (30 000), Heitor (26 300) e Alice (24 900). Os dois últimos já fizeram muito sucesso em outras obras de Maneco. Heitor foi o nome escolhido para Jardel Filho em Sol de Verão (1982) e Alice era a personagem de Regiane Alves em Páginas da Vida (2006).

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Campeões de registros em 2019, Enzo e Maria Eduarda não fizeram o mesmo sucesso no ano passado e sequer aparecem entre os top dez do ranking. Confira:

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Brasil em Mapas®️ 🇧🇷 (@brasilemmapas)

Ranking de registros 2020:

1 Miguel: 30 900
2. Arthur: 30 000
3. Heitor: 26,3 000
4. Helena: 24,9 000
5. Alice: 22 700
6. Theo: 21 200
7. Davi: 21  000
8. Laura: 19 800
9. Gabriel: 19 200
10. Gael: 19 200

Continua após a publicidade
Publicidade