Clique e assine por apenas 4,90/mês

Gastromotiva e rede de mercados criam laboratório para pesquisar receitas

Em parceria com o Grupo Carrefour, a ONG investe em projeto que irá desenvolver receitas e linha de produtos a partir do aproveitamento total de alimentos

Por Redação VEJA RIO - 10 jul 2018, 13h33

O Grupo Carrefour Brasil, por meio da sua fundação internacional, lançou nesta segunda (9) um novo projeto com a Gastromotiva, organização social que utiliza a Gastronomia Social para promover a inclusão e a sustentabilidade por meio da educação e profissionalização. Com investimento de cerca de 320 mil euros, a iniciativa prevê a criação do primeiro Laboratório de Inovação da Gastromotiva, espaço dedicado ao estudo e ao desenvolvimento de receitas a partir do aproveitamento total dos alimentos. Além do apoio financeiro, a companhia irá oferecer curadoria no desenvolvimento de uma linha de produtos que será comercializada pela instituição, gerando assim mais uma fonte de renda. O aporte da Fundação Carrefour contempla ainda a renovação do apoio a outros dois projetos iniciados em 2015, com foco na educação e formação de jovens e adultos e na difusão da temática. Cerca de 270 pessoas já foram formadas em três anos. O apoio envolve ainda as refeições do local, que neste ano deve oferecer 54 000 pratos gratuitos.

Localizado aqui no Rio, o Laboratório de Inovação está sediado no restaurante escola Refettorio Gastromotiva. Neste espaço, serão criadas receitas por dezenas de alunos em formação a partir do aproveitamento total de cascas, talos e sementes de frutas, legumes e verduras, como, por exemplo, para produção de molhos, conservas e bolos. Até o final deste ano, as receitas desenvolvidas pelo Laboratório de Inovação passarão por um processo de seleção e, cinco delas, irão integrar a nova linha exclusiva de produtos alimentares com a marca Gastromotiva. O processo de produção de cada item irá considerar o aproveitamento total dos ingredientes, além de priorizar o seu valor nutricional e diferenciais como baixos teores de açúcar, sódio e gordura.

A organização também apoia dois outros restaurantes solidários situados em Paris, na França, e na cidade italiana de Nápoles, que também combatem o desperdício de alimentos por meio da inclusão social, criando restaurantes de apoio e convívio agradável para alimentar os mais vulneráveis.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade